Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/152
Título: Ambiente organizacional da cadeia produtiva do agronegócio leite do Estado de Rondônia
Autores: Maia, Moacyr Boris Rodrigues
Souza, Mariluce Paes de
Palavras-chave: Ambiente Institucional
Ambiente Organizacional
Cadeias Produtivas
Agronegócio
Leite
Rondônia
Data de publicação: 2008
Citação: MAIA, Moacyr Boris Rodrigues. Ambiente organizacional da cadeia produtiva do agronegócio leite no Estado de Rondônia. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação Mestrado em Administração – Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2008.
Resumo: Este estudo tem como objetivo avaliar a atuação de instituições que integram o ambiente organizacional da cadeia produtiva do agronegócio leite no Estado de Rondônia. O ambiente organizacional é entendido como a atuação de atores que desenvolvem estratégias, refletindo as regras do ambiente institucional que regulam a interação dos seres humanos na sociedade. Historicamente esta cadeia produtiva teve a sua estruturação alavancada pela iniciativa privada, a partir do processo de migração populacional, quando surgiram as propriedades rurais voltadas para o agronegócio leite, bem como as plataformas de industrialização. Reconhecendo a importância na geração de renda, o Estado em parceria com o setor privado implantou o Programa de Desenvolvimento da Pecuária Leiteira - PROLEITE. No entanto, a cadeia ainda, apresenta necessidades nos aspectos de educação, qualidade do leite, máquinas e equipamentos, organização social e comercialização. A partir da análise de estudos anteriores, observou-se reincidências em tais questões o que levou a investigar se as ações que foram planejadas e realizadas pelas instituições Embrapa/RO, SFA/RO, SEAPES, IDARON e EMATER/RO estiveram voltadas às necessidades da cadeia produtiva do agronegócio Leite. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa e com procedimento metodológico descritivo e exploratório. A pesquisa foi realizada com coleta de dados nos documentos formais de gestão das citadas instituições, bem como, com entrevistas não-estruturadas. Os resultados mostram que a SEAPES é fomentadora das políticas públicas estaduais, a Embrapa desenvolve ações de pesquisa e desenvolvimento (P&D) e as instituições SFA/RO, IDARON e EMATER/RO, executam as ações operacionais junto a cadeia do agronegócio leite, e que, no período 2004 a 2007, foram planejadas e executadas ações focadas nas necessidades apontadas, porém avalia-se como pouco estruturantes e não sistematizadas, o que pode ser uma conseqüência da forma de elaborar o planejamento, ainda dependente dos recursos orçamentários para definição de metas. Recomenda-se como continuação desta pesquisa, conhecer o reflexo das ações executadas por tais instituições nas empresas que compõe a cadeia.
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação - Mestrado em Administração (PPGMAD) da Fundação Universidade Federal de Rondônia, como requisito parcial, para obtenção do título de Mestre em Administração. Orientadora: Profª. Drª. Mariluce Paes de Souza
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/152
Aparece nas coleções:Mestrado em Administração / PVH. Dissertações

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maia, Moacyr Boris Rodrigues.pdf1,19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.