Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1648
Title: Circuito espacial de produção e círculos de cooperação na cafeicultura em Cacoal/RO
Authors: Santos, Tiago Roberto Silva
Keywords: Espaço Geográfico
Cafeicultura
Circuito Espacial de Produção
Círculos de cooperação
Cacoal
Issue Date: 2017
Citation: SANTOS, Tiago Roberto Silva. Circuito espacial de produção e círculos de cooperação na cafeicultura em Cacoal/RO. 2017. 200 f. Dissertação ( Mestrado ) - Programa de Pós- Graduação Mestrado em Geografia - PPGG. Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Porto velho. 2017.
Abstract: Atividade econômica de grande importância para a agricultura familiar em Cacoal, a cafeicultura acompanhou o processo de formação territorial do município, bem como do estado de Rondônia, devido, principalmente, ao grande fluxo migratório promovido pelo governo militar no início da década de 1970. Dessa forma, com a introdução da agropecuária pelos migrantes recém-chegados, passa a haver grande transformação espacial nessa região de fronteira da Amazônia brasileira. Assim, o espaço natural foi substituído por um espaço técnico, rompendo com as tradições e costumes amazônicos predominantes, além de integrar-se à produção de mercado de outras regiões do país. Atualmente, a cafeicultura tem passado por um processo de modernização técnica com inovações no manejo da planta, na irrigação e nos novos cultivares clonais, resultado da atuação dos agentes integrantes do círculo de cooperação atuantes na disseminação das normas do mercado globalizado do café, além da transferência de tecnologia. Portanto, a partir dessa introdução técnico-científica à produção, a cafeicultura de Rondônia voltou a figurar no cenário nacional desse mercado, integrando o circuito espacial de produção, tendo Cacoal como uma centralidade estadual devido à psicosfera criada em torno do município, conhecido como “Capital do Café”, dentre outros fatores, como: presença do capital comercial; infraestrutura e agricultura familiar acostumada a essa produção. Diante desse cenário, esse trabalho tem como objetivo compreender a organização espacial do município de Cacoal, a partir da modernização técnico-científica da cafeicultura, bem como identificar o fluxo de sua produção através da participação no circuito espacial de produção do café e de seu respectivo círculo de cooperação. Nesse contexto, identificamos em Cacoal um espaço agrícola mais modernizado com novas formas técnicas, instaladas pelos agricultores familiares para aumentar a produtividade e atender às exigências dos agentes controladores do mercado do café no circuito espacial de produção. Por outro lado, apesar dessa modernização técnica, o agricultor familiar, cada vez torna-se mais subordinado ao capital industrial, ficando sujeito às variações de mercado. Além dessa reestruturação produtiva e da subordinação do agricultor familiar, o Estado, através de seus órgãos, tem atuado como agente do capital, disseminando as suas exigências e ampliando a participação da cafeicultura em escalas nacional e internacional. Nesse sentido, apesar da manutenção da estrutura agrária familiar na produção dessa commodity, de forma dialética há um uso corporativo do espaço, em que prevalecem os interesses do capital sobre os interesses dos agentes locais.
Description: Dissertação apresentada como requisito avaliativo para obtenção do Título de Mestre no Programa de Pós-Graduação em Geografia – PPGG da Universidade Federal de Rondônia - UNIR. Orientador: Prof. Dr. Ricardo Gilson da Costa Silva.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1648
Appears in Collections:PPGG/PVH - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO TIAGO ROBERTO.pdf7,56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.