Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1738
Title: Diálogo de surdos: uma interação necessária da Língua Brasileira de Sinais com a Língua Portuguesa
Authors: Sousa, Vanilce Gomes de
Keywords: Língua Portuguesa
LIBRAS
Cultura
Filologia Política
Políticas públicas
Issue Date: 2015
Citation: SOUSA, Vanilce Gomes de. Diálogo de surdos: uma interação necessária da Língua Brasileira de Sinais com a Língua Portuguesa. 2015. 145 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós - Graduação Mestrado em Letras. Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Porto Velho, 2015.
Abstract: O intuito desta Dissertação é fazer uma análise teórico-descritiva da interação entre a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) e a Língua Portuguesa (LP), na mediação entre professor-ouvinte e alunos surdos e ouvintes no mesmo espaço escolar, através de uma abordagem teórica que permita ver como se construiu politicamente um aparato adequado à prática. Esta interação prevista está pensada para ser mediada pelo professor-ouvinte que também faz o papel de intérprete, alternando. Nesse contexto, o aluno surdo é levado ao processo de ensino-aprendizagem, porém tem que ser levantada a possibilidade de ver se, através desta interação, o aluno surdo pode compreender o assunto ensinado e aprender. O ensino de língua de sinais tem sido um objeto de pesquisa tecnicamente dificultado pela interação com outra língua e modalidade para muitos estudiosos há muito tempo. A História da Educação dos Surdos, com a presença de forças e opiniões diferentes em relação à surdez, na Europa, França e Estados Unidos, é relevante para se compreender como foi implantada a comunicação vusual-gestual diante de propostas de segregação, ao lado da luta pela legalização da língua de sinais como plena e suficiente. Por isto é importante um método político-cultural que enxergue LIBRAS em um contexto diferenciado dos falantes-ouvintes. Este Trabalho vincula-se à grande área da Sociolinguística, que conduz a um novo olhar pedagógico sobre os surdos, um olhar oposto à concepção da língua como se fosse exclusivamente oralista ou por signos gráficos da língua portuguesa. Apreendemos da Linguística os referenciais que nos levam à certeza da necessidade de traçar caminhos entre dois mundos culturais (de LIBRAS e de LP), depreende-se das normas aquilo que é decisivo para dar embasamento legal que garanta esta dualidade com referenciais aplicados ao caso, dado que, nos últimos anos, temos visto grandes avanços nas Leis do Brasil, com relação às possibilidades de educação diferenciada, e ao reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais cada vez mais normalizada. Espera-se que este trabalho contribua para solidificar os estudos pertinentes à integração das línguas e depois favoreça o ensino-aprendizado do aluno surdo.
Description: Dissertação apresentada ao Mestrado Acadêmico em Letras, oferecido no âmbito do Núcleo de Ciências Humanas da Universidade Federal de Rondônia, como pré-requisito para a obtenção do título de Mestre em Letras. Orientador: Dr. Júlio César Barreto Rocha.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1738
Appears in Collections:PPGL/PVH - Mestrado em Letras (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vanilce Dissertação VERSÃO IMPRIMIR.pdfVanilce Gomes de Sousa1,74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.