Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1743
Título: Análise estatística de experimento com quiabo - um estudo de caso no município de Presidente Médici-RO
Autores: Silva, Rodrigo de Oliveira da
Palavras-chave: Experimento fatorial
Análise de variância estatística (ANOVA)
Quiabo (Abelmoschusesculentus L)
Data de publicação: 18-Jul-2017
Citação: Silva, Rodrigo de Oliveira. Análise estatística de experimento com quiabo - um estudo de caso no município de Presidente Médici-RO. 2017. 58 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Estatística)– Fundação Universidade Federal de Rondônia, Ji-Paraná, 2017.
Resumo: O quiabeiro é originário da África, sendo cultivado popularmente em regiões de clima tropical e subtropical e não exige o uso de grande tecnologia para seu cultivo. O Estado de Rondônia, apresenta o clima quente praticamente o ano todo. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo apresentar um estudo de caso para o cultivo de quiabo (Albelmoschus esculentus L.), que possa ser viável para a agricultura familiar de produtores de Presidente Médici-RO, levando em consideração a importância do planejamento experimental e da análise de variância estatística (ANOVA). O experimento foi realizado na Chácara Oliveira localizado a 10 km de Presidente Médici sentido Porto Velho, às margens da BR 364 no Km 22 Bandeira Branca. Está localizado na Mesorregião Leste do estado de Rondônia, distante 346 km da capital Porto Velho, o município está situado a 11º10’33” Sul e 61º54’03” Oeste, e altitude de 185 m. O delineamento experimental foi em blocos casualizados (DBC), com quatro repetições, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial (5 x 2), com os fatores em função da adubação com ureia nas doses (0, 60, 120, 180 e 240 kg ha-1) de N e na dose de 20t ha-1 de esterco bovino (presença e ausência), foram utilizadas as sementes da variedade do quiabeiro, o santa cruz. A característica avaliada foi o comprimento do fruto. No uso de esterco bovino e adubação nitrogenada obtiveram com maior comprimento de fruto o tratamento nas doses de N 60kg ha-1 com a presença de esterco bovino com 15, 825 cm, nas doses de N0 kg ha-1 com ausência de esterco obtiveram menor comprimento de fruto. O tratamento nas doses de 60 kg ha-1 de N fertilizante de ureia com esterco bovino apresentou diferença significativa, tornando-se viável na economia para o produtor sem que precise utilizar doses elevadas de nitrogênio.
Descrição: Trabalho de Conclusão de Curso submetido ao Departamento de Matemática e Estatística, da Fundação Universidade Federal de Rondônia, Campus de Ji-Paraná, como parte dos requisitos para obtenção do título de Bacharel em Estatística.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1743
Aparece nas coleções:DME/JP Trabalhos de Conclusão do Curso de Estatística

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Rodrigo Oliveira da Silva.pdfTrabalho de Conclusão de Curso Rodrigo Oliveira da Silva1,83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
ATA Rodrigo.pdfATA de Sessão de apresentação e defesa do Trabalho de Conclusão de Curso256,08 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.