Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1848
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSilva, Ana Carla Taborga da-
dc.date.accessioned2017-10-31T18:14:07Z-
dc.date.available2017-10-31T18:14:07Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.urihttp://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1848-
dc.descriptionDissertação apresentada ao Núcleo de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Rondônia como requisito para a obtenção do título de Mestre.pt_BR
dc.description.abstractEste estudo refere-se a uma abordagem no processo migratório que caracteriza a partir da participação feminina, com levantamento das atividades e ocupação espacial das mulheres bolivianas em Guajará-Mirim, município do estado de Rondônia. O mesmo descreve as “condições de vida” e o cotidiano das mulheres bolivianas, tanto no que se refere ao trabalho, quanto á vida familiar, no espaço privado e público. O objetivo do presente estudo foi estudar a configuração dos movimentos migratórios que as mulheres bolivianas desenvolvem saindo do seu território e ultrapassando a área de fronteira entre a Bolívia e a Brasil, bem como analisar o seu modo de vida, a partir, dos estudos e discussões de gênero e se há estabilidade no Brasil. A metodologia utilizada privilegiou estudos qualitativos e quantitativos a partir da abordagem dialética do processo migratório, da relação entre fronteira e sociedade. Foram aplicados 26 (vinte e seis) questionários, com observações participativas para compreensão do cotidiano familiar e do trabalho feminino no momento das entrevistas. A análise dos dados permitiu identificar que os processos migratórios entre as mulheres são bem singulares, tanto no que se refere a sua permanência, quanto às relacionadas ao trabalho. Verificamos que as mulheres exercem atividades diversas no mercado de trabalho, sendo que a remuneração de todo seu trabalho desenvolvido serve para a manutenção da família. É conclusivo que essa mobilidade feminina e sua participação social situam-se ás margens da subsistência familiar sempre recriando elo de “chefe de família” e desenvolvendo muitas das vezes diversas jornadas de trabalho.pt_BR
dc.subjectFronteirapt_BR
dc.subjectGêneropt_BR
dc.subjectLugarpt_BR
dc.subjectMigração Internacionalpt_BR
dc.title“O vôo das andorinhas” mulheres que migram: estudo na fronteira entre Guayaramerín-Bolívia Guajará-Mirim Rondônia/Brasilpt_BR
Appears in Collections:PPGG/PVH - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Ana Carla.pdf5,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.