Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2135
Título: Associação dos polimorfismos da enzima conversora de angiotensina (ECA) e enzima sintetase do óxido nítrico (ENOS) em pacientes com tuberculose no município de Porto Velho/RO
Autores: Silva, Daniele Simône Dantas
Pagotto, Rubiani de Cássia
Palavras-chave: Susceptibilidade a doenças
Polimorfismos genéticos
Tuberculose
Data de publicação: 2013
Citação: SILVA, Daniele Simône Dantas. Associação dos polimorfismos da enzima conversora de angiotensina (ECA) e enzima sintetase do óxido nítrico (ENOS) em pacientes com tuberculose no município de Porto Velho/RO. 2013. 135 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Biologia Experimental, Fundação Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2013.
Resumo: Fatores genéticos podem influenciar para suscetibilidade a doenças, principalmente quando associados a fatores externos, em pneumopatias o ataque de microorganismos pode contribuir para o mau funcionamento dos pulmões. Muitos estudos ao longo dos últimos 50 anos sugerem que fatores genéticos do hospedeiro influenciam suscetibilidade à tuberculose. Supõe-se que polimorfismos presentes nos genes da ECA e da eNOS podem acarretar problemas específicos e particulares, em vias metabólicas responsáveis pela homeostase de diversas partes do organismo humano, resultando em deficiências genéticas no funcionamento de órgãos, como os pulmões ou em sistemas inteiros como o circulatório. No que se refere à tuberculose, enfermidade parasitária e infecciosa, não se tem conhecimento de trabalhos de associação genética para verificação de uma provável proteção ou susceptibilidade que as enzimas ECA e eNOS, possam promover aos indivíduos portadores dos alelos de seus genes na população de Porto Velho/RO. Neste trabalho procurou-se analisar a ocorrência dos principais alelos da ECA e da eNOS em pacientes com tuberculose pulmonar positiva 88,03% do total de 117 pacientes, através da análise laboratorial de amostras biológicas coletadas com autorização prévia, bem como a avaliação do perfil epidemiológico da doença no município de Porto Velho – RO, através da coleta de dados pessoais e verificação dos prontuários encontrados na Policlínica Rafael Vaz e Silva. A genotipagem molecular para o polimorfismo da ECA nos pacientes (n=91) possibilitou as frequências 0,7747 ECA*D e 0,2253 ECA*I, com p= 0,152. Enquanto nos controles (n=75) as frequências foram de 0,8200 ECA*D e 0,1800 ECA*I, sendo p= 0,057, da análise da tabela de contingência obteve-se (��2= 6,29; gl= 2; p=0,043), demonstrando que apesar das populações estarem individualmente em equilíbrio de Hardy-Weinberg existe diferença entre ambas. Ao confrontar as duas amostras através do teste de risco relativo para os portadores do alelo ECA*D, obteve-se um resultado estatisticamente significativo (Risco relativo X=0,07; IC95% 0,01<X<0,61; p=0,016) o que pode sugerir que este alelo de alguma forma contribua para proteção contra tuberculose. Em se tratando dos alelos do sistema NOS3 nos pacientes (n= 63) foi observada a frequência de 0,8413 eNOS4*B, e 0,1587 eNOS4*A com p= 0,134, enquanto nos controles (n=37) as frequências encontradas foram de 0,8108 eNOS4*B e 0,1892 eNOS4*A com p= 0,155 demonstrando que as populações para este sistema também estão em equilíbrio de Hardy- Weinberg de forma individual. Quando do confronto das duas amostras obteve-se (��2= 1618; gl= 1; p=0,6875) de onde se pode inferir que não existem diferenças significativas entre as populações. Quando dos cálculos do risco relativo, (Risco relativo X= 0,76; IC95% 0,33<X<1,75; p=0,5240) estes não foram estatisticamente significativos, sendo assim não demonstraram nenhuma associação entre os alelos e o risco ou proteção para a tuberculose quanto a este sistema.
Descrição: Dissertação apresentada à Fundação Universidade Federal de Rondônia como requisito para obtenção do título de Mestre em Biologia Experimental, com ênfase em Genética. Centro Interdepartamental de Biologia Experimental e Biotecnologia - CIBEBI, 2013. Orientadora: Profª Drª Rubiani de Cássia Pagotto
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2135
Aparece nas coleções:PGBIOEXP/PVH - Mestrado em Biologia Experimental (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO DANIELE DANTAS.pdf4,18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.