Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2172
Título: Contribuições da psicologia histórico-cultural para a coordenação pedagógica da educação integral politécnica
Autores: Teixeira, Eliane de Araújo
Maciel, Antônio Carlos
Palavras-chave: Educação integral
Gestão da Educação Integral
Coordenação Pedagógica
Psicologia Histórico-Cultural
Politecnia Como Princípio Pedagógico
Data de publicação: 2017
Citação: TEIXEIRA, Eliane de Araújo. Contribuições da psicologia histórico-cultural para a coordenação pedagógica da educação integral politécnica. 2017. 119 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Fundação Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2017.
Resumo: Nas últimas décadas, a psicologia histórico-cultural tem se dedicado ao estudo da relação entre aprendizagem e desenvolvimento na educação infantil. Mais recentemente, esses estudos têm ampliado seu escopo de ação para o Ensino Fundamental e mesmo para o Ensino Médio, contribuindo, assim, para a construção de uma alternativa pedagógica contra hegemônica, com vistas à educação escolar onmilateral e emancipatória. Seguindo essa trajetória, mas ao mesmo tempo atentando-se para as mudanças pelas quais a escola tem passado com a implantação do tempo integral, esse estudo visa demonstrar as contribuições da psicologia histórico-cultural para a coordenação pedagógica da educação integral politécnica. Para tanto, parte-se dos estudos de Maciel (2007; 2013) que, ao retomar o conceito de politecnia de Marx, dá a este um novo significado e o transforma em princípio pedagógico. Tendo, portanto, a politecnia como princípio pedagógico, buscou-se nas contribuições de Vygotsky, Luria e Leontiev os instrumentos conceituais, que podem orientar o trabalho da coordenação pedagógica na educação integral politécnica, enquanto espaço privilegiado da gestão escolar. Utilizou-se a dialética materialista como método de investigação e análise, a partir da seguinte questão: quais as contribuições da psicologia histórico-cultural para o trabalho da coordenação pedagógica na educação integral politécnica? A análise bibliográfica centrou-se na definição dos conceitos de educação integral, de educação integral politécnica e de tempo integral. A análise documental buscou caracterizar o tipo de educação integral existente na escola pesquisada. A observação participante, realizada em duas escolas de tempo integral do município de Ariquemes-RO, no período de seis meses, um dia alternado por semana, em cada escola, buscou caracterizar o tipo de educação integral, a partir dos processos educativos observados. Tanto na análise documental, quanto na observação participante, a ênfase recaiu na prática da coordenação pedagógica, uma vez que nesta se encontra o eixo central deste trabalho. Os resultados demonstram que, para o trabalho da coordenação pedagógica na escola de tempo integral, desde que se queira realizar esse trabalho pela perspectiva da educação integral politécnica, é determinante que os processos educativos de ensino-aprendizagem, voltados para o desenvolvimento da cognoscibilidade, das habilidades, da sensibilidade e da sociabilidade, tal como propõe a educação integral politécnica, sejam fundamentados pela concepção histórico-cultural dos processos psicológicos de aprendizagem.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Educação da Universidade Federal de Rondônia, como requisito para obtenção do título de Mestre em Educação. Linha de Pesquisa: Política e Gestão Educacional Orientador: Prof. Dr. Antônio Carlos Maciel
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2172
Aparece nas coleções:Mestrado em Educação / PVH. Dissertações

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO ELIANE TEIXEIRA.pdf985,62 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.