Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2185
Título: A produção das identidades/diferenças pela pedagogia da alternância em Rondônia
Autores: Valadão, Alberto Dias
Palavras-chave: Educação- Aspectos sociais
Sociologia educacional
Política e Educação
Comunidade e escola
Psicologia educacional
Alternativas pedagógicas
Data de publicação: 2018
Citação: VALADÃO, Alberto Dias. A produção das identidades/diferenças pela pedagogia da alternância em Rondônia. 2018. 232 f. Tese (Doutorado em psicologia)- Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2018
Resumo: Esta tese está vinculada a Linha de Pesquisa Políticas Públicas, Cultura e Produções Sociais do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UCDB. Mesmo tendo uma relação com a educação, tratou-se de uma pesquisa no campo da Psicologia. A pesquisa teve como objetivo geral identificar e analisar como são produzidas e negociadas as identidades/diferenças de jovens do campo no espaço educativo fundado na Formação em Alternância em Rondônia; como objetivos específicos, procurou identificar e analisar as representações da prática educativa na Pedagogia da Alternância que dominam as identificações e contribuem na construção das identidades e diferenças dos sujeitos do CEFFA de Ji-Paraná, problematizando como as identidades e diferenças são negociadas nos espaços (tempo escola - tempo comunidade) da Escola. O trabalho inspira-se nos Estudos Culturais pós-estruturalistas, principalmente nas ideias de Hall (1997, 2011, 2012, 2013, 2016), Giroux (2013), Bauman (2001, 2005, 2011), Silva (2003, 2010, 2012, 2013) e Woodward (2012), dentre outros que transitam por esse campo teórico e concebem as identidades como contingentes, marcadas pela diferença. Para compreender as identidades e diferenças produzidas pela Pedagogia da Alternância, fez-se uso da narrativa de minhas experiências, da entrevista com alunos e monitores, da observação dos alunos, monitores e de sua inter-relação com os outros sujeitos e o ambiente acadêmico onde estão inseridos, além da análise dos instrumentos (documentos) da Pedagogia da Alternância com os quais alunos e monitores se inter-relacionam. A descrição do estudo mostra que, ao assumir como referência a cultura, que, como prática de significação, é constitutiva das identidades e diferenças dos sujeitos a partir de seus diferentes significados e práticas sociais, a Pedagogia da Alternância produz sujeitos vacilantes, hesitantes, cujos sentidos, constituídos por meio das práticas sociais, se movem em diferentes direções, produzindo perspectivas identitárias que se cruzam e se deslocam, tornando o processo de produção das identidades e diferenças provisório, variável, fragmentado, indeciso, o que resulta em identidades vigiadas, subjugadas, conformadas, mas também identidades em conflito, ambivalentes. As identidades produzidas no espaço educativo do CEFFA são desestabilizadas pelas diferenças, entrelaçadas por inúmeras práticas culturais e, por isso mesmo, descontínuas, descentradas, fragmentadas, relacionais. Conclui-se que a Pedagogia da Alternância, tendo em vista sua ambivalência, produz identidades e diferenças sempre em movimento, de acordo com o momento e conforme o modo como é acionada.
Descrição: Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação – Mestrado e Doutorado em Psicologia da Universidade Católica Dom Bosco, como requisito parcial para obtenção do título de Doutor em Psicologia, área de Concentração: Psicologia da Saúde, sob a orientação do Professor Dr. José Licínio Backes
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2185
Aparece nas coleções:DCHS/JP. Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ALBERTO DIAS VALADÃO.pdfTese Alberto Dias Valadão2,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.