Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2224
Título: Narrativa de uma indenidade em mudança: ritos de passagem dos Karitiana
Autores: Silva, Gracilene Nunes da
Macieira, Socorro Beltrão
Palavras-chave: Povo Indígena Karitiana
Identidade Cultural
Memória
Discurso
Mudanças culturais
Data de publicação: 2013
Citação: SILVA, Gracilene Nunes da. Narrativa de uma indenidade em mudança: ritos de passagem dos Karitiana. 2013. 143 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós - Graduação em Lestras, Fundação Universidade federal de Rondônia, Porto Velho, 2013.
Resumo: A realização deste estudo tem por principal finalidade o entendimento da identidade cultural do povo indígena Karitiana no passado e no presente, considerando os aspectos externos enfrentados pelo grupo e a ação do tempo nas memórias individuais e coletivas. Esse conhecimento se dá pelos discursos dos Karitiana com relação aos fatos históricos, sociais e culturais a partir de uma visão espaçotemporal da trajetória histórica do grupo em estudo. Os fatos históricos mostram que, no decorrer do tempo, as populações indígenas têm passado por infinidades de violências das mais variadas formas. Intentamos esse trabalho em busca de saber como tem sido a vida da comunidade indígena Karitiana diante dos desafios da modernidade e da globalização mundial. Para isso, servimo-nos da metodologia da História Oral para a realização da pesquisa e, através de um trabalho interdisciplinar das narrativas, com enfoque na Análise do Discurso e no conceito de identidade cultural em tempos de modernidade, pudemos perceber a influência dos Aparelhos Ideológicos de Estado intervindo diretamente nas práticas cotidianas dos Karitiana. Como sabemos, ao produzir um discurso, o sujeito não se expressa sem que não tenha havido alguma interferência nesse discurso, uma vez que há inúmeras vozes presentes em sua enunciação. O que possibilita dizer que a identidade cultural desse povo está em mudança, gerando um clima de certo conflito entre as gerações e insatisfação por parte das lideranças indígenas, as quais não aceitam tantas mudanças em sua cultura. Por outro lado, a proximidade das aldeias com as cidades facilita sobremaneira tais intervenções, de modo que, na atualidade não se pode imaginar essa população vivendo sem ser afetada na sua identidade pelos aparatos tecnológicos e culturais da sociedade pós-moderna e, por conseguinte, não sentir os efeitos da globalização, fator fundamental para a alteração dos hábitos e costumes de um povo.
Descrição: Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado Acadêmico em Letras, oferecido pelo Departamento de Línguas Vernáculas do Núcleo de Ciências Humanas da Universidade Federal de Rondônia, como requisito para a obtenção do título de Mestre em Letras. Orientadora: Professora Doutora Maria do Socorro Beltrão Macieira
URI: http://hdl.handle.net/123456789/2224
Aparece nas coleções:Mestrado em Letras (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO GRACILENE SILVA.pdf1,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.