Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2421
Title: Análise in vitro da bioatividade de extrato bruto, eluatos e substâncias isoladas de frutos de Piper tuberculatum (Jacq), contra Plasmodium falciparum e Leishmania guyanensis.
Authors: Oliveira, Flávio Augusto de Souza
Keywords: Piper tuberculatum
metabólitos secundários
anti-plasmodial
anti- Leishmania
Issue Date: 31-May-2016
Citation: OLIVEIRA, Flávio Augusto de Souza. Análise in vitro da bioatividade de extrato bruto, eluatos e substâncias isoladas de frutos de Piper tuberculatum (Jacq), contra Plasmodium falciparum e Leishmania guyanensis.. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Biologia Experimental, Fundação Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2016.
Abstract: As plantas medicinais são importantes fontes de compostos biologicamente ativos que podem contribuem para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. Entre as plantas de uso fitoterápico, a Piper tuberculatum, destaca-se pelo seu potencial fitoterápico e por apresentar diversas substâncias químicas com ação biológica contra diferentes patógenos, especialmente os protozoários. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar a atividade in vitro do extrato bruto, eluatos e substâncias isoladas do fruto de P. tuberculatum, contra cepa de Plasmodium falciparum (W2), formas promastigotas de Leishmania guyanensis e ação citotóxica contra linhagens celular J774 e HepG2. A extração dos compostos obtidos a partir dos frutos P. tuberculatum foi realizada inicialmente com a obtenção do extrato bruto através da percolação com etanol. Parte do extrato bruto foi adsorvida em sílica gel e a mistura, sob a forma de pastilha, foi colocada em uma coluna cromatográfica e eluída com hexano, clorofórmio, acetato de etila e metanol em polaridade crescente. O método utilizado para avaliação biológica anti-plasmodial foi o ensaio imunoenzimático anti-HRPII; para L. guyanensis, células J774 e HepG2 foi empregada a técnica de MTT e posteriormente calculado o índice de inibição de 50% de crescimento de parasitos (IC50) e a mínima dose letal de 50% das células (MDL50). Os compostos com IC50 ≤10μg/mL foram considerados ativos, entre 10 e 25μg/mL parcialmente ativos e >25μg/mL não ativos. Das substâncias avaliadas, foi observado que os eluatos, hexânico, clorofórmico e as frações hexânicas FH-4, FH- 5 e FH-7 mostraram-se potencialmente ativas contra cepa W2 com IC50 <10μg/mL. Já os eluatos, acetato de etila e metanólico, bem como a fração FH-3, apresentaram atividade anti-plasmodial com IC50 superior a 16μg/mL. As frações FH-4 (IC50 10μg/mL) e FH-7 (2,7μg/mL) foram às únicas que apresentaram atividade contra L. guyanensis. Das frações hexânicas isoladas, apenas a Pelitorina foi caracterizada e identificada, sendo parcialmente ativa contra W2 (IC50 21,8μg/mL) e não ativa contra L. guyanensis (IC50 26,84μg/mL). Quando avaliada a citotoxicidade dos compostos químicos de P. tuberculatum, verificou-se que as frações FH-4 e FH-7 se mostraram mais tóxicas entre os compostos avaliados frente às células HepG2 e J774 com MDL50 inferior 7,2 μg/mL. Esse resultado indica que as frações FH-4 e FH-7 apresentaram baixo índice de seletividade. As substâncias são biologicamente ativas contra os protozoários avaliados e também possuem ação citotóxica. Os dados obtidos revelam que os extratos/eluatos de P. tuberculatum são fontes de possíveis protótipos anti-plasmodials e antileishmania, podendo ser utilizados em estudos posteriores para a identificação de isolados e confirmação das atividades obtidas e até melhoramento, se necessário, das estruturas químicas para diminuir o efeito citotóxico.
Description: Dissertação apresentada ao programa de Pós-graduação em Biologia Experimental da Universidade Federal de Rondônia. Orientador (a): Dr. Valdir Alves Facundo.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2421
Appears in Collections:PGBIOEXP/PVH - Mestrado em Biologia Experimental (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Flávio Augusto de Souza Oliveira_PDF.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.