Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2472
Title: Alegorias do trauma ditatorial: violência e memória em Feliz ano velho, de Marcelo Rubens Paiva
Authors: Sousa, Rodrigo Diniz
Keywords: Ditadura militar
Trauma
Alegoria
Autobiografia
Memória
Issue Date: 2018
Citation: SOUSA, Rodrigo Diniz. Alegorias do trauma ditatorial: violência e memória em Feliz ano velho, de Marcelo Rubens Paiva. 2018. 133 p. Dissertação (Mestrado) – Mestrado Acadêmico em Estudos Literários, Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2018.
Abstract: Este trabalho apresenta uma proposta de análise da autobiografia Feliz ano velho, de Marcelo Rubens Paiva, publicada em 1982. Ao longo de três capítulos, buscamos responder às seguintes perguntas: como o período ditatorial brasileiro está representado na autobiografia Feliz ano velho? E como a narração do trauma ditatorial pode não só contestar o passado, mas também atualizá-lo? No primeiro capítulo, relacionamos a vida do autor, a obra e o contexto histórico sobre o qual esta versa, na tentativa de compreender o meio social como material influente para a obra. No segundo capítulo, em uma primeira parte, discorremos sobre a violência ditatorial, bem como sobre os traumas dela advindos. Em virtude do papel da escrita no processo de superação traumática, empregamos estudos desenvolvidos por Sigmund Freud (1996), Sandór Ferenczi (1992), Marcelo e Maren Viñar (1992), bem como por Seligmann-Silva (2008; 2009), para desenvolver nossas considerações. Em uma segunda parte, falamos sobre a relação existente entre alegoria e memória. Para tal, recorremos a autores como Le Goff (1990), Halbwachs (1990), Walter Benjamin (1987) e Idelber Avelar (2003). No capitulo três, em um primeiro momento, apresentamos uma proposta de leitura alegórica de Feliz ano velho, segundo a qual a paralisia física de Marcelo Rubens Paiva é tomada como uma paralisia da sociedade frente aos mandos e desmandos ocorridos durante o período ditatorial. Na segunda parte deste capítulo, falamos sobre as características do gênero literário autobiografia em Phillipe Lejeune (2008), destacando Feliz ano velho como obra pertencente a esse gênero.
Description: Dissertação apresentada ao Mestrado Acadêmico em Estudos literários da Universidade Federal de Rondônia – UNIR. Orientadora: Profa. Dra. Ana Paula Cantarelli
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2472
Appears in Collections:MEL/PVH - Mestrado Acadêmico em Estudos Literários (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO-----PRONTA 23.05.pdf1,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.