Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2485
Título: A ADUBAÇÃO ORGÂNICA E A ADUBAÇÃO CONVENCIONAL
Autores: RODRIGUES PARADA, JEAN
Palavras-chave: Adubação,
Convencional,
Orgânica,
Adubação Verde,
Fertilizantes,
Alimentos.
Data de publicação: 2-Out-2018
Resumo: Este trabalho apresenta a importância das técnicas de adubação orgânica para o desenvolvimento dos alimentos, citando os malefícios da adubação convencional, repleta de insumos químicos, prejudiciais à saúde humana e ambiental. Em tempos modernos em que os processos tecnológicos estão cada vez mais acelerados a utilização de técnicas avançadas como os adubos químicos, na agricultura para o desenvolvimento acelerado da produção, caminham lado a lado com o progresso das plantações, gerando assim um maior lucro para os produtores. Entretanto esse desenvolvimento traz consequências, não só para a sociedade como para o meio ambiente, este o que mais sofre com esse ‘’progresso e desenvolvimento’’. O uso de insumos agrícolas na produção de alimentos vem diminuindo nos últimos anos, questões como o bem estar, ambiental e social fazem parte destas mudanças. A população esta buscando meios livres de agrotóxicos, ‘’limpos’’, para a sua utilização no cotidiano. Este trabalho traz uma pequena comparação entre a adubação tradicional, utilizada a milhares de anos, e a adubação convencional, química, cuja qual se desenvolveu com as revoluções industriais, existente no ciclo histórico, gerando um avanço na agricultura, mas trazendo consequências no meio ambiental e social.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2485
Aparece nas coleções:DACSA/GM. Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Adubação Orgânica e Adubação Convencional-converted.pdfA ADUBAÇÃO ORGÂNICA E A ADUBAÇÃO CONVENCIONAL1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.