Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2489
Título: SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL COMO ALTERNATIVA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PARA AS PROPRIEDADES DE PEQUENOS PORTES
Autores: MAFRA GOMES JÚNIOR, ALTAIR
Palavras-chave: SISTEMA PRODUTIVO
GESTÃO AMBIENTAL
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
RECURSOS NATURAIS
SISTEMA AGROSSILVIPASTORIL
Data de publicação: 21-Dez-2018
Resumo: O advento dos tempos modernos proporcionam novas necessidades sociais e suas ocupações fundamentais. A busca desses suplementos para a sustentação da sociedade moderna permite nos questionar qual é o impacto –negativo ou positivo –que os produtores das unidades de pequeno porte sofrem no seu sistema produtivo? Quais as técnicas de aproveitamento de suas unidades produtivas o pequeno agricultor tem implantado? Os fundamentos das técnicas do sistema agrossilvipastoril são conhecidas ou implementadas por eles? Este estudo se faz relevante, pois visa o desenvolvimento local mostrando os benefícios dos sistemas agroflorestais como conservação do solo, recursos hídricos, aumento da biodiversidade, aumento do sequestro de carbono e o aumentar na renda familiar. Levando melhorias na qualidade de vida dos produtores donos das propriedades de pequeno porte e a ampliação dos potenciais: ambientais sociais e econômicos. O objetivo geral desde trabalho se dar em sintetizar dentre das modalidades do Sistema Agroflorestais qual é o melhor sistema que ser pode inserido para esses produtores de pequeno porte do município de Guajará-Mirim, os específicos é Verificar qual é o impacto negativo ou positivo que os produtores das unidades de pequeno porte sofrem no seu sistema produtivo convencional; Compreender a dificuldade de inserir o sistema agrossilvipastoril tem sua área e descrever os fundamentos e as técnicas do sistema agrossilvipastoril. Osmétodos empregados nesse trabalho foi Método Qualitativo, abordagem Indutiva, a tipologia da pesquisa foi Pesquisa Bibliográfica e Analise de Conteúdo. Concluindo que entre os métodos do sistema agroflorestal, a modalidade que mais se adequar para os produtores do município de Guajará-Mirim, é a modalidade agrossilvipastoril, donde a mesma visa consorciar agricultura, árvorese pecuária, elevando o sistema produtivo da área e a renda familiar, os produtores convencionais sofrem maiores impactos negativos econômicos, ambientais e sociais, donde os mesmo estarem só utilizando a monocultura baseado no sistema convencional de produção agrícola, a maior dificuldade de inserir o sistema agrossilvipastoril, estar na necessidade dos recursos hídricos, mão-de-obra, implantação e manejo do sistema, os fundamentos e as técnicas descritas auxiliam o produtor numa melhor implantação e manejo do sistema, devido às gastos excessivos na compram de sementes modificas e defensivos agrícolas, acarretando maior impacto negativo ambiental.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2489
Aparece nas coleções:DACSA/GM. Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tema-2.56 - Finalizado.pdfSISTEMA AGROSSILVIPASTORIL COMO ALTERNATIVA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PARA AS PROPRIEDADES DE PEQUENOS PORTES983,85 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.