Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2569
Title: O conhecimento e a prática de profissionais de saúde sobre o gerenciamento de resíduos em um hospital público de Rondônia
Authors: Silva, Fábio Ximenes da
Keywords: Resíduos de Serviços de Saúde
Gerenciamento de Resíduos
Educação permanente
Issue Date: 2015
Citation: SILVA, Fábio Ximenes da. O conhecimento e a prática de profissionais de saúde sobre o gerenciamento de resíduos em um hospital público de Rondônia. Universidade Federal de Rondônia, 2015.
Abstract: Os resíduos gerados em hospitais são reconhecidos como um problema grave, que pode ter efeitos prejudiciais para o ambiente e para a saúde dos seres humanos. O gerenciamento dos resíduos dos serviços de saúde possui diversos aspectos, dentre eles a responsabilidade ambiental, pois o despejo não planejado desses resíduos no ambiente ocasiona sérios problemas ao ecossistema, podendo poluir o solo, a água e a atmosfera, provocando, direta ou indiretamente, diversas patologias. Nesse sentido, é extremamente importante o conhecimento dos profissionais envolvidos no processo de gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS). O objetivo desse trabalho é investigar o conhecimento e a prática dos profissionais de saúde a respeito do gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, descritiva. A pesquisa foi realizada em um hospital público do Estado de Rondônia. A população do estudo foi composta por 180 profissionais de saúde. Para caracterizar o sistema de gerenciamento de RSS e a rotina dos profissionais de saúde quanto ao gerenciamento de RSS, foi realizada análise do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) da instituição e o acompanhamento da prática do serviço diário com instrumentos elaborados para este fim. Os profissionais de saúde responderam a um questionário cujas perguntas abordaram as principais normas e técnicas de segregação de resíduos de saúde. Os dados foram tratados no programa Microsoft Excel ®. Para a análise estatística foi utilizado o programa Epi Info 7. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, CAAE nº 36761714.2.0000.5300. Foi constatado que o PGRSS da unidade hospitalar estudada contempla apenas parcialmente o exigido pela legislação brasileira atual. A principal deficiência do manejo de resíduos do hospital recai sobre a segregação incorreta. Os profissionais de saúde demonstraram conhecimentos básicos sobre o descarte dos resíduos gerados em seu processo de trabalho. 100% dos entrevistados souberam definir quais resíduos estão em cada grupo, mas 85% deles não sabe o que acontece com o RSS gerado em seu processo de trabalho após a segregação. Em 100% das visitas de averiguação os recipientes exclusivos para resíduo infectante continham algum resíduo comum e em 91,67% foi encontrado resíduo infectante em lixeira para resíduo comum. A principal estratégia para sanar os problemas encontrados é a implantação de um programa de educação, que envolva treinamentos frequentes, além de uma equipe designada para treinar, supervisionar e monitorar a correta implementação do plano.
Description: Dissertação apresentada para defesa no Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde. Orientadora: Dr.ª Rejane Corrêa Marques
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2569
Appears in Collections:PPGECS/PVH - Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - FInal - Fábio Ximenes da Silva.pdf1,06 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.