Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2571
Title: Hiperdia em Rondônia: revelações do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica
Authors: Lôbo, Tássya Ferreira
Keywords: Educação Permanente em Saúde
Hipertensão Arterial Sistêmica
Diabetes Melitus.
HiperDia.
PMAQ-AB
Issue Date: 2018
Citation: LÔBO, Tássya Ferreira. Hiperdia em Rondônia: revelações do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica. Universidade Federal de Rondônia, 2018.
Abstract: O Diabetes Mellitus (DM) e a Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) têm um papel de destaque como as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) mais predominantes no mundo. Nesse sentido, o HiperDia consiste em um programa que cadastra, monitora e acompanha o tratamento desses usuários que foi otimizado em 2011, com a criação do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Esse programa pode fornecer informações para contribuir com a qualidade do cuidado prestado aos usuários e auxiliar a compreensão da dinâmica de atenção dispensada a eles. Surgiram, então, as seguintes questões: O que é revelado pelos dados obtidos através da avaliação externa do 2º ciclo do PMAQ-AB em relação aos subsídios necessários para a realização do HIPERDIA na AB do estado de Rondônia? Quais equipamentos, insumos e medicamentos relacionados às atividades do HiperDia estariam disponíveis para as equipes atuantes na AB? Qual o perfil de formação acadêmica dos profissionais envolvidos com as atividades do HiperDia? Há possibilidade de comparar os dados das sete regiões de saúde desse Estado? Assim, esse estudo descritivo, transversal de abordagem quantitativa teve como objetivo analisar os dados da avaliação externa do segundo ciclo do PMAQ-AB referentes às práticas voltadas para o HiperDia das sete regiões de saúde do estado de Rondônia, cenário deste estudo. Coletaram-se dados do 2º Ciclo do PMAQ-AB, num recorte intencional das informações dos Módulos I e II. Foram calculadas e analisadas as frequências relativas e absolutas desses dados. Em cumprimento aos preceitos éticos, o presente estudo foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da UNIR e aprovado pelo Parecer Consubstanciado 1.725.911. Foram analisadas as entrevistas de 252 trabalhadores de saúde para elaborar um perfil deles no cenário abordado. No que se refere à formação complementar dos entrevistados, mais de 70% dos profissionais afirmaram possuir ou estar cursando formação complementar na época do inquérito. Em relação aos equipamentos e materiais no manejo dessas DCNT, foi evidenciado que 99% afirmaram possuir aparelho de pressão adulto. 70% dos entrevistados afirmaram não possuir aparelho de pressão infantil e a maior concentração de defasagem se concentra nas regiões Central e Vale do Jamari. 20% dos entrevistados afirmaram não possuir balança para usuários com massa corporal igual ou superior a 150kg e 80% afirmaram não possuir balança para aqueles com valores iguais ou superiores a 200kg, com maior frequência nas regiões do Café e Vale do Guaporé. 87% das equipes afirmaram possuir glicosímetro. Em relação aos medicamentos anti-hipertensivos, captopril e propranolol presentes em mais de 80% das equipes, metropolol e verapamil encontravam-se ausentes em mais de 80% das equipes das regiões Cone Sul, Zona da Mata, Madeira-Mamoré e Vale do Jamari. Medicamentos hipoglicêmicos como glibenclamida e metformina estiveram presente em 80% das equipes, porém faltou insulina para 50% das regiões. Os dados mostraram que existem fragilidades para que o programa hiperdia possa se concretizar de forma satisfatória na AB. De acordo com as respostas dos entrevistados, uma das fortalezas encontradas para o desenvolvimento do programa concentrou-se na formação complementar. Independente das regiões de saúde, os dados encontrados foram semelhantes e nem sempre a classificada com maior índice de desenvolvimento possuía melhor acesso a materiais, insumos e equipamentos.
Description: Dissertação apresentada ao Programa Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino em Ciências da Saúde, modalidade Profissional, do Departamento de Medicina da Fundação Universidade Federal de Rondônia. Orientadora: Profa. Dra. Ana Lúcia Escobar
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2571
Appears in Collections:PPGECS/PVH - Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Maio2018.pdf1,75 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.