Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2622
Title: Avaliação in vitro dos venenos totais e frações de serpentes do gênero Bothrops spp. E Crotalus sp. sobre bactérias multirresistentes
Authors: Santos, André Felipe Sousa
Keywords: Veneno
Bothrops spp
Crotalus spp
Resistência Antimicrobiana
Issue Date: 2018
Citation: SANTOS, A. F. S. Avaliação in vitro dos venenos totais e frações de serpentes do gênero Bothrops spp. E Crotalus sp. sobre bactérias multirresistentes. Universidade Federal de Rondônia, 2018.
Abstract: Venenos ofídicos são constituídos por diferentes substâncias com atividades biológicas específicas, destacando-se os componentes proteicos. A diversidade de constituintes nos venenos de Bothrops spp. e Crotalus spp. revela-se como uma fonte promissora na busca por novas estratégias antimicrobianas. As doenças infecciosas estão entre as 10 principais causas de morbidade e mortalidade no mundo, onde a resistência antimicrobiana compromete o tratamento de uma variedade crescente de infecções, especialmente aquelas causadas por Staphylococcus aureus e Escherichia coli. Assim, com base na possível atividade antimicrobiana das moléculas presentes no veneno de serpentes, o objetivo deste trabalho foi realizar uma triagem in vitro avaliando a ação dos venenos totais e frações de B. moojeni (VBM), B. jararaca (VBJ), B. jararacussu (VBJU), B. atrox (VBAT), B. alternatus (VBAL) e C. durissus terrificus (VCR) sobre cepas de S. aureus e E. coli ATCCs e multirresistentes. As amostras de venenos totais foram solubilizadas em água Milli-Q® e submetidas à dosagem proteica (DC Protein Assay®) para posterior aplicação no método de poço-difusão sobre cepas de S. aureus e E. coli (ATCCs e multirresistentes) nas concentrações de 6,25 a 1000 μg/mL. As cepas foram inoculadas em meio líquido BHI e ajustadas à escala de 0,5 McFarland. Posteriormente, as bactérias foram aplicadas no método de poçodifusão, sendo o Imipinem 500 μg/mL controle positivo e PBS 1X controle negativo. As frações dos venenos totais foram obtidas em gel-filtração (Superdex G75®) ou troca iônica (CM-Sepharose®) a 280nm e analisadas em SDS-PAGE 12,5% (BIORAD ®). Posteriormente, foram utilizadas no método de microdiluição em caldo BHI para determinação da concentração inibitória mínima (CIM), empregando-se diluições de 7,8 a 1000 μg/mL frente as cepas bacterianas. No poço-difusão, VBAT e VBM apresentaram os maiores halos de inibição e um maior número de concentrações ativas contra as cepas de S. aureus (1000, 500 e 300 μg/mL), quando comparados aos outros VT e controles. Entretanto, não foram observados halos de inibição sobre E. coli. Oito frações (F) de VBAT foram eluídas na gelfiltração, sendo que F1 apresentou bandas proteicas de 55, 36 e 30 kDa em SDSPAGE 12,5%. Três grupamentos de frações foram definidos a partir da troca iônica com VBM, onde as frações ácidas (FAC) formaram bandas notáveis de 15 e 60 kDa. Na microdiluição em caldo para determinação da CIM, F1 VBAT não apresentou resultados estatisticamente significativos, além de não ter demonstrado doseresposta na avaliação da citotoxicidade sobre células HepG2. A CIM de FAC VBM foi delimitada em 7,8 μg/mL sobre S. aureus ATCC e multirresistente, com CC50 igual a 12,85 μg/mL sobre HepG2. Os resultados indicam, principalmente, sensibilidade das cepas S. aureus frente a bioativos presentes em FAC VBM, presumivelmente fosfolipase A2 (PLA2) e L-aminoácido oxidase (LAAO). Em conclusão, foi mostrado que o veneno bruto VBM e suas respectivas frações possuíram ação antibacteriana in vitro. Estudos adicionais com as moléculas isoladas do veneno, testes in vivo, investigações de seus mecanismos de ação e interação com outras drogas deverão ser conduzidos com a finalidade de se explorar todo o potencial terapêutico dos venenos investigados contra doenças bacterianas.
Description: Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Biologia Experimental (PGBIOEXP) da Universidade Federal de Rondônia (UNIR, RO) como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Biologia Experimental. Orientador:Dr. Christian Collins Kuehn
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2622
Appears in Collections:PGBIOEXP/PVH - Mestrado em Biologia Experimental (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação André_Definitiva Assinada Ficha Catalográfica.pdf4,89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.