Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2647
Título: Indicadores de qualidade em terapia nutricional: aplicação na unidade de terapia intensiva pediátrica em um hospital da amazônia ocidental
Autores: Pedersoli, Anaíta Gomes Andrade
Palavras-chave: Indicador de qualidade
Terapia nutricional
Unidade de terapia intensiva pediátrica.
Data de publicação: 2017
Citação: PEDERSOLI, A. G. A. Indicadores de qualidade em terapia nutricional: aplicação na unidade de terapia intensiva pediátrica em um hospital da amazônia ocidental. 56f. (Mestre em Ensino em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Rondônia- UNIR, Porto Velho, 2017.
Resumo: Os indicadores de qualidade são ferramentas capazes de auxiliar no gerenciamento da qualidade, o uso permite avaliar o quão adequado está a terapia nutricional, possibilita a reflexão para identificação de pontos que necessitam corrigir, através do desenvolvimento de estratégias. O objetivo do estudo foi analisar a meta de adequação dos indicadores de qualidade em terapia nutricional na unidade de terapia intensiva pediátrica do Hospital Infantil, na cidade de Porto Velho. Foi realizado um estudo descritivo, do tipo transversal com abordagem quantitativa, com dados coletados dos prontuários dos pacientes internados na unidade de terapia intensiva pediátrica, de ambos os sexos que fizeram uso de terapia nutricional, oral, enteral e/ou parenteral, no período de 03 de janeiro até 13 de setembro de 2017. A amostragem foi de caráter não probabilístico por conveniência. Foram aplicados dez indicadores de qualidade em terapia nutricional, selecionados a partir da lista publicada pelo International Life Sciences Institute – Brasil. Os dados foram tabulados em planilhas no programa Microsoft Excel Office 2013, foi realizado distribuição de frequência absoluta e relativa, e cálculos de média, desvio padrão e valores de mínimo e máximo com o auxílio do programa IBM SPSS Statistics versão 21. Os indicadores de qualidade em terapia nutricional foram calculados conforme fórmula padronizada e expressos em metas percentuais. Foram admitidos 128 pacientes na UTIP, destes, 57 pacientes atenderam os critérios da pesquisa, dos quais 56,1% (n=32) eram do sexo masculino e 43,9% (n=25) do sexo feminino. A média de idade encontrada no grupo foi de 16,88  25,18 (1-134) meses, 31,6% dos pacientes apresentaram como diagnóstico médico doenças do aparelho respiratório, e tempo de internação médio de 27,21  54,46 (2-317) dias. No desfecho clínico 64,9% dos pacientes receberam alta da UTIP para enfermaria e 26,3% foram a óbito. O valor glicêmico médio foi 139,74  38,28 (106-404) mg/dL para hiperglicemia e 48,27  9,39 (20-59) mg/dL para hipoglicemia. Dos dez indicadores de qualidade em terapia nutricional avaliados, o serviço não atingiu a meta de sete indicadores. Foi possível evidenciar que os indicadores de qualidade em terapia nutricional são ferramentas necessárias para monitorar a qualidade do serviço, com os resultados obtidos nesse estudo foi possível compreender que é necessário a realização de outra pesquisa que avalie os processos de trabalho realizados para subsidiar tomadas de decisões efetivas.
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Ensino em Ciências da Saúde (MPECS) do Departamento de Medicina da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) como requisito final para a obtenção do título de Mestre em Ensino em Ciências da Saúde. Orientador: Profº. Dr. Horácio Tamada
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2647
Aparece nas coleções:PPGECS/PVH - Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação final_MPECS_Anaita_Pedersoli.pdf1,19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.