Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2703
Título: Tripanotiona redutase de Leishmania braziliensis como alvo molecular para prospecção de novos inibidores: Avaliação da LAAO de Crotalus atrox com atividade antiparasitária
Autores: Garay, Ana Fidelina Gomez
Palavras-chave: Leishmaniose
Tripanotiona redutase
Peçonhas de serpentes
Laminoácido Oxidase
Terapêutica
Data de publicação: 2018
Citação: GARAY,A. F. G. Tripanotiona redutase de Leishmania braziliensis como alvo molecular para prospecção de novos inibidores: Avaliação da LAAO de Crotalus atrox com atividade antiparasitária. 139 f. Tese (Doutorado em Biologia Experimental), Programa de Pós- Graduação em Biologia Experimental (BIOEXP), Universidade Federal de Rondônia, Por-to Velho, 2018.
Resumo: Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 1 milhão de novos casos de Leishmaniose surgem anualmente. A quimioterapia baseia-se na capacidade dos fármacos de interferir na sobrevivência do parasito apresentando diversas limitações potencializando esta doença negligenciada como uma problemática de saúde grave. Abordagens na busca por alternativas ao tratamento utilizando alvos moleculares de Leishmania spp. estão sendo desenvolvidas por diversos grupos de pesquisa. Entre estes alvos moleculares encontram-se as enzimas implicadas em vias essenciais do parasito, como a tripanotiona redutase (TR), envolvida no combate ao estresse oxidativo gerado pelas espécies reativas de oxigênio produzidas por macrófagos do hospedeiro durante a infecção. Este trabalho teve como objetivo investigar a TR de Leishmania braziliensis como alvo molecular para prospecção de novos inibidores e posterior avaliação da LAAO de Crotalus atrox com atividade antiparasitária. A proteína recombinante foi expressa em sua forma ativa, homodimérica, com cada monômero apresentando massa molecular de aproximadamente 54 kDa e ponto isoelétrico de 6,0. A análise da estrutura primária da enzima expressa, revelou porcentagem elevada de identidade com as TR´s de diversos tripanosomatídeos. Na prospecção realizada com elementos da biodiversidade de venenos animais, com o intuito de identificar os potenciais inibidores, avaliou-se a capacidade inibitória da fração L-aminoácido oxidase (LAAO) da peçonha de Crotalus atrox contra o alvo molecular recombinante (IC50:119 μg/mL). Posteriormente, avaliou-se a atividade leishmanicida in vitro contra formas promastigotas de L. amazonensis (IC50: 1,8 μg/mL) e L. braziliensis (IC50: 1,3 μg/mL) e sequencialmente, foi determinada a CC50 sobre células THP1 (291,38 μg/mL); J774.A1 (24,16 μg/mL); HepG2 (4,05 μg/mL) e VERO (1,95 μg/mL). Realizou-se a modelagem molecular por homologia da LAAO e da TRLb, o docking molecular entre as duas proteínas e o virtual screening entre os peptídeos derivados da estrutura primária da LAAO com a enzima do parasito. Os estudos in silico permitiram a identificação e síntese de 5 peptídeos os quais interagiram em regiões chaves da enzima. Adicionalmente, foram testados 2 peptídeos com atividade microbicida para avaliação do potencial inibitório da TR. Neste estudo, demonstrou-se o potencial leishmanicida da fração LAAO da peçonha de C. atrox e a identificação do peptídeo 353RFIYY357, o qual apresenta atividade inibitória in vitro contra a TR (IC50: 287,5 μM). Os resultados promissores obtidos neste trabalho sugerem pesquisas posteriores que visem avaliar o potencial leishmanicida do peptídeo e propor estruturas derivadas deste inibidor com capacidade de acrescentar o efeito antiparasitário.
Descrição: Tese de doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Biologia Experimental (BIOEXP), na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), como requisito final para obtenção do título Doutor em Biologia Experimental (BIOEXP). Orientador: Prof. Dr. Andreimar Martins Soares.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2703
Aparece nas coleções:PGBIOEXP/PVH - Doutorado em Biologia Experimental (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese_doutorado_Ana_Fidelina_Gomez_Garay.pdfTese5,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.