Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2704
Título: Validação de um aparelho point of care para diagnóstico da malária: um estudo molecular comparativo com amostras de pacientes
Autores: Silva, Angelina Moraes
Palavras-chave: Malária
Q3-Plus
qPCR
Malaria - Diagnóstico
Data de publicação: 2019
Citação: SILVA, A. M. VALIDAÇÃO DE UM APARELHO POINT OF CARE PARA DIAGNÓSTICO DA MALÁRIA: um estudo molecular comparativo com amostras de pacientes. 83f. Dissertação (Mestrado em Biologia Experimental), Programa de Pós- Graduação em Biologia Experimental (BIOEXP), Universidade Federal de Rondônia, Por-to Velho, 2019.
Resumo: A malária é considerada uma das principais doenças infecciosas em regiões tropicais e subtropicais do mundo. O diagnóstico rápido e específico dessa infecção permanece como um dos pilares dos programas de controle da malária, já que com ele é possível a identificação precoce de casos e adoção de tratamento apropriado. Atualmente o exame de microscopia ótica (MO) é estabelecido como padrão ouro mundialmente, no entanto, este possui grandes limitações principalmente no caso de co-infecção e baixa parasitemia. Para suprir estas dificuldades a técnica de PCR em Tempo Real (qPCR) tem sido cada vez mais usada, porém a sua utilização ainda é de alto custo e exige um ambiente laboratorial adequado. Em virtude disso, uma plataforma point of care (Q3-Plus) foi desenvolvida em parceria entre a empresa STMicroeletronics e o IBMP (Instituto de Biologia Molecular do Paraná), apresentando-se como uma ferramenta de fácil manuseio e que utiliza quantidades reduzidas de reagente e de amostra. Este estudo propõe-se a avaliar o desempenho desta plataforma, comparando-a com a microscopia óptica e o PCR real time utilizando o aparelho ABI7500 em amostras de pacientes. O DNA do parasito foi extraído do sangue total dos pacientes atendidos no ambulatório de malária do CEPEM, em seguida foi realizada a qPCR nas duas plataformas, Q3 e ABI7500, utilizando com iniciadores alvos moleculares ribossomais 18S rRNA. Neste estudo foram avaliadas 107 amostras, sendo que, 87 (81,3 %) foram positivas para malária e 20 (18,69 %) negativos de acordo com a microscopia óptica. As plataformas apresentaram 87 (81,3 %) positivas para o Q3 e 86 (80,9 %) para o ABI7500. De forma que, os resultados foram comparados através do teste kappa, o qual avaliou a concordância entre os dois métodos. Sendo assim, o valor do índice kappa foi de 0,957 para P. vivax e 0,958 para P. falciparum, demonstrando a alta concordância com a MO. Em seguida, os valores de CT (Ciclo threshold) obtidos após a utilização das duas plataformas de qPCR foram comparados utilizando-se o teste de Wilcox. Não foi possível observar diferenças significativas entre as duas plataformas usadas (P. vivax foi p=1 e para P. falciparum foi p= 0,838), o que demonstra um desempenho da plataforma Q3 similar ao encontrado para a plataforma ABI7500 Real Time PCR System. Sendo assim, este estudo valida a utilização de um aparelho com custo inferior ao da plataforma ABI7500 Real Time PCR System, sendo de fácil utilização e com possibilidade de utilização em amostras de pacientes (sangue total).
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Biologia Experimen-tal (BIOEXP), na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), como requisito final para obtenção do título de Mestre em Biologia Experimental (BIOEXP). Orientador: Dr. Dhélio Batista Pereira; Coorientadora: Dra. Giselle Martins Gonçalves.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2704
Aparece nas coleções:PGBIOEXP/PVH - Mestrado em Biologia Experimental (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO.pdfDissertação3,76 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.