Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2714
Título: Gestão da inovação em reciclagem de resíduos em face dos preceitos da Teoria U
Autores: Graça, Jacira Lima da
Palavras-chave: Inovação
Liderança colaborativa
Lixo
Reciclagem
Teoria U
Data de publicação: 2019
Citação: GRAÇA, J. L. da. Gestão da inovação em reciclagem de resíduos em face dos preceitos da Teoria U. 147f. Dissertação (Mestrado), Programa de Programa de Pós-Graduação Mestrado em Administração (PPGA). Universidade Federal de Rondônia, 2019.
Resumo: Diante do colapso instalado no locus investigativo, onde sequer funciona a coleta seletiva, buscou-se investigar a gestão em reciclagem a fim de proporcionar solução efetiva à situação em que se encontra o aterro controlado, aqui denominado lixão. Ali, indivíduos sobrevivem da retirada de recicláveis em meio aos demais resíduos, inclusive tóxicos. A pergunta é: quais os desafios da relação colaborativa entre as lideranças da cooperativa e de seus stakeholders, em apoio a gestão da inovação? Aplica-se a Teoria U como argumentação, sustentada pelas Teorias dos Stakeholders, Institucionalista e do Desenvolvimento; e pelo arquétipo de fracasso e sucesso organizacional de Fleck. Tem como objetivo geral analisar os desafios da relação colaborativa entre as lideranças de cooperativa e de seus stakeholders, em apoio à gestão da inovação e, para sistematização dos resultados, traz como objetivos específicos: levantar o desempenho dos stakeholders na atividade investigada (1); caracterizar a gestão de reciclagem considerando o arquétipo de sucesso organizacional (2); diagnosticar e propor modelo de gestão em face da Teoria U (3). Utilizou-se o método estudo de caso instrumental único, ilustrado por cooperativa de recicláveis; concentra-se em estudar o fenômeno gestão na relação colaborativa. Conjuntos de normas e protocolos foram utilizados para coleta de dados e aplicados a líderes/gestores dos segmentos definidos. Adota-se a análise de conteúdo de Bardin e a Lógica Paraconsistente de Da Costa. Como resultados, o desempenho dos stakeholders não se revela colaborativo; a cooperativa está propensa ao fracasso organizacional; e o modelo vigente revela que líderes/gestores da cooperativa e de seus stakeholders estão presos a visão egossistêmica, liderando à destruição do futuro. Propõe-se modelo de gestão de reciclagem em face da Teoria U, fundamentado por indicativos que possibilitam gestão inovadora e ecossistêmica. Este estudo serve como contribuição para a inovação em gestão de problemas complexos.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Programa de Programa de Programa de Pós-Graduação Mestrado em Administração (PPGA), na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), como requisito final para obtenção do título Mestre em Administração. Orientador: Prof. Dr. Flávio de São Pedro Filho. Co-Orientador: Prof. Dr. Tomás Daniel Menendez Rodriguez.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2714
Aparece nas coleções:PPGA/PVH - Mestrado em Administração (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GRAÇA_2019_Dissertação_GESTÃO DA INOVAÇÃO EM RECICLAGEM DE RESÍDUOS EM FACE DOS PRCEITOS DA TEORIA U.pdfDissertação2,34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.