Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2805
Title: O processo de constituição à inconstituição do grupo arco-íris de Rondônia – GAYRO em Cacoal
Authors: Junior, Ercedilio Guedes
Keywords: GAYRO
MOVIMENTO LGBTI
MEMÓRIAS
MILITÂNCIA
SUJEITOS HISTÓRICOS
Issue Date: 2019
Citation: JUNIOR, E. G. O processo de constituição à inconstituição do grupo arco-íris de Rondônia – GAYRO em Cacoal. 72 f. Monografia apresentada ao departamento de História, como quesito parcial para obtenção do título de especialista em gênero e diversidade na escola pela Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Campus de Rolim de Moura, sob a orientação do Prof. Dr. Tadeu Pereira dos Santos.
Abstract: O movimento LGBTI ao longo da sua história vem buscando afirmar seu local social em meio a uma sociedade machista e patriarcal desde o final da década de 70 por meio do grupo SOMOS, que foi um dos primeiros grupos organizados em defesa da população gay. É neste sentido que em 2004 um coletivo de gays, travestis, transexuais e lésbicas começaram a se movimentar para organizar a criação do primeiro grupo assumidamente LGBTI no município de Cacoal, interior do Estado de Rondônia, é ai que nasce o Grupo Arco-Íris de Rondônia, o GAYRO. O objetivo deste trabalho foi compreender o processo de constituição do grupo Arco-Íris de Rondônia no município de Cacoal, entre os anos de 2004 a 2014. Analisamos o fazer-se do referido grupo considerando as práticas configuradas em reuniões à sua estruturação organizacional enquanto uma ONG que atuava na defesa dos interesses da comunidade LGBTI em Cacoal-RO, bem como o seu projeto de reorganização de lutas distanciadas das práticas institucionalizadas enquanto expectativas de lutas. Para tanto, o procedimento metodológico consistiu no uso de documentação utilizada pelos membros do grupo, especialmente de ata, fotografias e de sites, por um lado, e do trabalho de campo realizado na produção de narrativas orais, de modo a ampliar as nossas possibilidades investigativas em relação à problemática. Tais proposições foram construídas a partir das reflexões de teóricos que têm como objeto de análise tanto o campo da história oral quanto de proposições referente ao universo da comunidade LGBTI, especialmente daquelas fundamentadas em relação as discussões sobre o processo de constituição dos movimentos gays no Brasil. A experiência investigativa nos conduziu a percepção de que apesar de que o preconceito fosse um dos grandes desafios a serem enfrentados pelo Grupo em Cacoal-RO, o mesmo permaneceu durante seus 10 anos de existência à luz da militância, atuando com compromisso social para com a população LGBTI. Suas intervenções colocaram o grupo em apenas em evidência no Estado de Rondônia, mantendo alianças importantes com setores públicos que deram maior visibilidade ao grupo. Ressaltamos das referências que ressoam na memória dos diversos atores sociais que deram sentido à existência do movimento GAYRO foi a Cacoal Rainbow Fest, uma festa voltada ao público LGBTI de Cacoal e cidades circunvizinhas. A combinação de festa e política trazia mais visibilidade ao GAYRO de uma forma positiva, ao passo que o grupo estava conquistando seu espaço político e comprometido a representar todos que fazem parte da sigla LGBTI.
Description: Monografia apresentada ao departamento de História, como quesito parcial para obtenção do título de especialista em gênero e diversidade na escola pela Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Campus de Rolim de Moura, sob a orientação do Prof. Dr. Tadeu Pereira dos Santos.
URI: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2805
Appears in Collections:DAH/RM. Teses



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.