Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2836
Title: Identificação de parasitos em suínos criados nas propriedades familiares do município de Rolim de Moura, RO
Authors: Oliveira, Jussania Barbosa de
Keywords: parasitos
suínos
helmintofauna
Ascaris suum
Balantidium coli
Issue Date: 2019
Citation: OLIVEIRA, J. B. Identificação de parasitos em suínos criados nas propriedades familiares do município de Rolim de Moura, RO. 59 f. Trabalho de conclusão de curso de Medicina Veterinária, da Federação Universidade Federal de Rondônia, campus Rolim de Moura, como quesito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Medicina Veterinária, sob a orientação da Profa. Dra. Mayra Araguaia Pereira Figueiredo.
Abstract: O presente estudo teve por objetivo a identificação de parasitos em suínos, criados nas propriedades familiares do município de Rolim de Moura-RO. Foram obtidas as amostras de fezes e sangue de suínos em diferentes fases e provenientes de três das pequenas propriedades rurais que abastecem o município. Duas das propriedades trabalham com ciclo completo e uma somente com crescimento e engorda. As coletas das amostras ocorreram casualmente, de acordo com a disponibilidade de animais em diferentes fases de produção, no período de setembro de 2018 a fevereiro de 2019. Foram avaliadas: matrizes vazias, matrizes no pré e pós-parto, leitões em fase de lactação, pós desmame (creche), fases de crescimento, engorda e terminação. Na propriedade de crescimento e engorda foram avaliadas as fezes de 50% do total dos animais em cada baia. Foram obtidas as amostras de fezes e sangue das matrizes, no pré parto com cinco a dez dias para o parto e uma nova coleta 20 dias, a contar do parto, assim como no pós-parto com seus respectivos leitões. A técnica utilizada para identificação dos ovos, cistos, trofozoítos ou coccídeos nas fezes dos suínos foi qualitativa sedimentação espontânea (HOFFMANN, PONS; JANE, 1934). As amostras de sangue foram utilizadas para confecção de esfregaço sanguíneo para pesquisa de hemoparasitos. Nesta pesquisa verificou-se a ocorrência de nematoides em 61,36% (54/88) dos animais, pertencentes a ordem Strongylida com (9,78%), superfamília Strongyloidea (8,69%) e os gêneros Ascaris suum (34,78%), Strongyloides ransomi. (17,39%) e Metastrongylus sp. (13,04%). Também foram identificados protozoários Balantidium coli, nas formas de cistos (14,13%) e de trofozoítos (17,39%) e infecção por coccídeo detectado em 1,08% (1/92) das amostras. Quanto a presença de hemoparasitos, todas as amostras de sangue foram negativas para Trypanosoma evansi. De modo geral todas as propriedades avaliadas apresentaram positividade para um ou mais parasitos em todas as faixas etárias. O conhecimento e o controle dos parasitos de suínos são importantes para o aumento da produtividade e da renda dos produtores de base familiar.
Description: Trabalho de conclusão de curso de Medicina Veterinária, da Federação Universidade Federal de Rondônia, campus Rolim de Moura, como quesito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Medicina Veterinária, sob a orientação da Profa. Dra. Mayra Araguaia Pereira Figueiredo.
URI: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2836
Appears in Collections:DAVET/RM. Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.