Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2847
Title: Uso de aditivos na silagem do resíduo de acerola para alimentação de ovinos, em confinamento
Authors: Andrelino, André Luiz Silva
Keywords: Alimentos não convencionais
Farelo de arroz
Hidróxido de sódio
Quirera de milho
Ureia
Issue Date: 2019
Citation: ANDRELINO, A. L. S. Uso de aditivos na silagem do resíduo de acerola para alimentação de ovinos, em confinamento. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso como quesito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Medicina Veterinária pela Federação Universidade Federal de Rondônia, Campus Rolim de Moura, sob a orientação do Prof. Dr. Raul Dirceu Pazdiora.
Abstract: A produção animal tem um crescimento iminente, e com isso a produção de alimentos é sempre compelida a suprir essas necessidades, sejam elas nutricionais ou econômicas. A base da dieta dos ruminantes é composta por plantas forrageiras, onde a sua produção intercala durante o ano, dependendo especialmente do clima da região. Os diferentes tipos de silagens, grãos de cereais e feno vem sendo usados como alternativas nutricionais para suprir tal demanda. A presente pesquisa tem como objetivo apresentar uma alternativa que busque suprir a demanda nutricional dos ruminantes, utilizando subprodutos agroindustriais de acerola (Malpighia emarginata) com a inclusão de aditivos químicos (Hidróxido de sódio e ureia) e sequestrantes de umidade (quirera de milho e farelo de arroz), visando melhorar a qualidade do subproduto para ser utilizado na alimentação dos ruminantes, com o intuído de reduzir os custos da produção e o descarte inadequado deste subproduto. Foram utilizados 20 ovinos deslanados fêmeas, em um delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram: resíduo de acerola sem uso de aditivo; resíduo de acerola com uso de 10% de farelo de milho; resíduo de acerola com uso de 10% de farelo de arroz; resíduo de acerola com uso de 1% de ureia; resíduo de acerola com uso de 1% de hidróxido de sódio. A porcentagem de aditivos adicionados foi com base na matéria natural. Os dados foram submetidos à análise de variância e comparação de médias pelo teste de tukey, usando o pacote estatístico SAS (2001), ao nível de 5% de significância. As dietas dos animais foram compostas de 30% de silagem de acerola e 70% de concentrado, com base na matéria seca, constituído de 50% de milho, 17% de farelo de soja e 3% de minerais. Como parâmetros de resposta animal foram avaliados o ganho médio diário (GMD), consumo de matéria parcialmente seca (CMPS), conversão alimentar (CA), consumo de matéria seca em porcentagem ao peso corporal (CMPSPC) e a avaliação do comportamento ingestivo. No presente estudo observou-se que não houve diferença estatística entre as diferentes silagens, em que o GMD 0,133; 0,137; 0,135; 0,105 e 0,182 g/dia, para os animais que receberam silagem sem aditivo e com os aditivos quirera de milho, farelo de arroz, ureia e hidróxido de sódio, respectivamente. O uso de 10% dos aditivos quirera de milho e farelo de arroz ou 1% de ureia e hidróxido de sódio, com base na matéria natural, na silagem do resíduo de acerola, não influenciam no desempenho e comportamento ingestivo de ovinos confinados, em relação aos animais que receberam a silagem sem aditivo.
Description: Trabalho de Conclusão de Curso como quesito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Medicina Veterinária pela Federação Universidade Federal de Rondônia, Campus Rolim de Moura, sob a orientação do Prof. Dr. Raul Dirceu Pazdiora.
URI: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2847
Appears in Collections:DAVET/RM. Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.