Use este identificador para citar ou criar um link para este item: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/846
Título: A representação social de uma trajetória: APA – Associação dos Produtores Alternativos de Ouro Preto do Oeste - RO
Autores: Sarmento, Selma Suely de Oliveira
Silva, Josué da Costa
Palavras-chave: Organização social
Desenvolvimento
Sustentabilidade
Espaço social
Data de publicação: 2008
Citação: SARMENTO,Selma Suely de Oliveira. A representação social de uma trajetória: APA – Associação dos Produtores Alternativos de Ouro Preto do Oeste - RO. Dissertação (Mestrado em Geografia). Programa de Pós- Graduação- Mestrado em Geografia da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) 112p. Porto Velho, 2008.
Resumo: A presente pesquisa se pauta no estudo de caso de uma associação de agricultores com princípios voltados a uma forma diferenciada de atuação junto ao público que se propunha a atender, buscando disseminar a idéia de trabalhar a agricultura com outra abordagem que não fosse aquela pautada na derrubada e no uso intensivo de agrotóxicos. A formação de grupos e seus aspectos de associação estão intimamente ligados ao desejo de ação coletiva, seja ela voltada a uma ação continuada específica, caracterizada pela duração no tempo e no espaço, seja ela uma ação pontual ou não. Pelo alcance, este estudo pode ser classificado como transdisciplinar, uma vez que não se confina aos limites de um campo de estudo, devendo buscar argumentos, ao longo do seu desenvolvimento, em diversos ramos da ciência, muito embora tenha como foco principal a geografia. A pesquisa torna-se justificada e relevante quando promove a discussão de um tema que possibilita a correlação dos estudos sobre as organizações nascidas de sonhos de agricultores e a produção de espaços sociais, exatamente em um momento em que o Governo Federal, preocupado com a crise alimentar, passa a fazer um resgate da agricultura familiar através do incentivo ao agronegócio. A Associação dos Produtores Alternativos – APA foi criada no ano de 1992, no município de Ouro Preto do Oeste, Estado de Rondônia, teve seu declínio no ano de 2007, sendo esse nosso recorte temporal para a análise aqui apresentada. A criação da associação foi pautada em ideais de luta pela sustentabilidade entre o econômico, o ecológico e o social para a região, sendo um dos principais objetivos da APA, que se orientou sob a implantação dos sistemas agroflorestais como alternativa para a política de uso da terra. A questão, no entanto estabelece a possibilidade de averiguar as relações sociais, que por si só já são construção de espaços geográficos, o desenvolvimento do grupo, o quanto podem ser resistentes a mudança de seus valores, porém o encaminhamento para o fracasso de uma estrutura consolidada poderia ser parte de uma resistência ou mesmo uma estratégia de sobrevivência para os associados da APA.
Descrição: Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação: Mestrado em Geografia da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) como requisito final para a obtenção do título de Mestre em Geografia. Orientador: Prof. Dr. Josué da Costa Silva.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/846
Aparece nas coleções:PPGG/PVH - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Selma S. de O. Sarmento_A representação social de uma trajetória.pdf2,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.