Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1339
Title: Mitos tradicionais e pós-modernos em Órfãos do Eldorado
Authors: Cavalcante, Elton Emanuel Brito
Keywords: Mitos tradicionais
Mitos pós-modernos
Esclarecimento
Razão
Amazônia
Narração
Issue Date: 2013
Citation: CAVALCANTE, E. E. B. Mitos tradicionais e pós-modernos em Órfãos do Eldorado. 2013. 106 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Literários) - Programa de Pós- Graduação Mestrado Acadêmico em Estudos Literários(MEL), Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Porto Velho, 2013.
Abstract: No presente trabalho, propõe-se a análise do romance Órfãos do Eldorado (2008), de Milton Hatoum, sob as perspectivas do mito tradicional e do pós-moderno em relação à realidade fática na Amazônia brasileira. O mito tradicional, representante das sociedades agrárias, pode ser tanto uma explicação ontológica e cosmológica para a realidade como, também, um discurso que carrega uma moral atrelada aos interesses do Estado. Para o mito pós-moderno, por sua vez representante dos centros urbanos e industrializados, o discurso mítico seria, além da explicação ontológica, um instrumento daquilo que se denominou de Esclarecimento, sendo este um processo representativo de todas as fases em que a razão moldara-se às transformações históricas na tentativa de eliminar os temores das pessoas frente às forças da natureza. Assim, o Esclarecimento define-se como a luta infindável dos grupos humanos no intuito de autopreservação e teria na contemporaneidade uma vertente nociva baseada naquilo que se convencionou chamar de razão instrumental, ou seja, a tecnologia científica que se alvoroça como a única forma de se chegar à verdade sobre as coisas, relegando às segundas categorias tudo aquilo que não possa vir a ser mensurado matematicamente. Dividiu-se este trabalho em cinco capítulos. O primeiro explica como se deu o processo de colonização e a formação de uma identidade do povo amazônico. No segundo, abordam-se os principais conceitos de mito desde a Antiguidade até a contemporaneidade. No terceiro, há uma descrição detalhada dos mitos tradicionais na forma como aparecem em Órfãos do Eldorado, analisados como praxe social de cunho utilitário, e responde-se às seguintes perguntas: quais são os mitos tradicionais que se visualizam no romance? O que representam? Quais as interpretações possíveis para eles? Possuem uma função pragmática na estrutura social? No quarto capítulo, verifica-se se os mitos tradicionais em Órfãos do Eldorado têm seu conteúdo como representações simbólicas dos povos da floresta, do caboclo da Amazônia, ou se apenas são meras informações pitorescas para entreter as camadas urbanas que veem nos mitos tradicionais tão-somente ficções mirabolantes, inviáveis, pois, como fontes de explicações ontológicas e de valor moral. Por fim, no quinto capítulo, há uma sondagem do perfil psicológico do autor, seu contexto social, enquadrando-o na questão da Amazônia atual; e responde-se à pergunta: a forma como Hatoum, em Órfãos do Eldorado, narra os mitos tradicionais enquadra-o na classificação de narrador tradicional ou de narrador pós-moderno?
Description: Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação Mestrado Acadêmico em Estudos Literários (MEL), na Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), como requisito final para obtenção do título de Mestre em Estudos Literários. Orientador(a): Prof. Dr. Edinaldo Bezerra de Freitas.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1339
Appears in Collections:MEL/PVH - Mestrado Acadêmico em Estudos Literários (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elton E. B. Cavalcante_Mitos tradicionais e pós modernos.pdf876,1 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.