Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1535
Title: Significados e sentidos da violência escolar para integrantes de uma unidade de ensino na Amazônia Ocidental
Authors: Araújo, Amisley Guale
Keywords: Violência Escolar
Significados e sentidos
Ensino Médio
Issue Date: 2016
Citation: ARAÚJO, A. G. Significados e sentidos sobre da violência escolar para integrantes de uma unidade de ensino na Amazônia Ocidental. 2016, 133 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia)- Programa de Pós-Graduação em Psicologia (MAPSI), Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Porto Velho, 2016.
Abstract: A temática sobre a violência escolar não se constitui numa abordagem nova, mas é hoje um dos temas sociais mais discutidos pelos diferentes setores da sociedade, por se tratar de um grave problema social que atinge a todos, sem escolher gênero, raça, etnia ou classe social. Apesar de todas as discussões acadêmicas e da divulgação pela mídia dos casos extremos sobre a violência, pouco são os estudos que versam sobre instituições escolares da região amazônica, fato que destaca a relevância desta pesquisa. Este estudo teve por objetivo investigar os significados e sentidos da violência escolar produzidos por membros de uma escola de periferia urbana da Amazônia Ocidental, à luz da Psicologia Histórico-Cultural. Os procedimentos metodológicos envolveram análise documental e entrevistas individuais semiestruturadas gravadas em áudio. Participaram das entrevistas dois professores, dois alunos do ensino médio, um funcionário da portaria e um inspetor de pátio. Para a análise das informações utilizou-se duas categorias analíticas: a) visibilidades e invisibilidades da violência escolar; b) justificativas, intenções e ações perante à violência escolar. Os resultados indicam que as formas mais visíveis de violência escolar aos olhares dos participantes da pesquisa referem-se às agressões físicas e à ofensa moral, prevalecendo o sentido da violência como uma força vinda de fora da instituição, manifestada através da violência na escola e contra a escola, praticada mais especificamente pelos alunos. Este sentido da violência escolar, visto como indisciplina ou crime, transfere exclusivamente aos indivíduos, considerados autores, a responsabilidade pelo fenômeno, isentando a escola, suas ações e seus agentes de participação no que ali se produz e, fundamentalmente, da autoria dos atos de violência, a chamada violência da escola. Chamou a atenção, entretanto, que os estereótipos da escola violenta, por sua localização no bairro também socialmente considerado violento, foram contrariados por todos os entrevistados, que afirmaram opostamente a violência como exceção no dia-a-dia escolar. Observou-se ainda que muitas práticas presentes no cotidiano escolar são promotoras de alienação, repercutindo em sofrimentos psicológicos/simbólicos, em perda da autonomia dos agentes e da instituição como um todo, em sentimentos de fracasso diante da precariedade de condições mínimas de ensino e aprendizagem, mas não são significadas como violências sofridas e/ou exercidas pela escola, o que se nomeou neste estudo como formas de violências invisíveis. Verificou-se a relação dialética entre a violência vinda de fora com a produzida no interior da escola, a qual repercute na forma como os significados e sentidos são atribuídos pelos seus integrantes. Sendo assim, as formas de enfrentamento encontradas pela escola estão diretamente relacionadas com o modo como a violência é significada pelos seus integrantes. Nesse sentido, prevalecem as ameaças e punições voltadas unicamente contra o aluno autor, além da intervenção policial, vista como necessária ao ambiente educacional. No entanto, cabe problematizar os entendimentos, justificativas e ações diante da violência nas unidades de ensino, que deslocam para fora da instituição a resolução das relações escolares, desvalorizando o diálogo e descentralizando as ações educativas e práticas pedagógicas do processo de apropriação do conhecimento historicamente produzido pela humanidade.
Description: Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Programa de Pós-Graduação em Psicologia (MAPSI), na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), como requisito final para obtenção do título Mestre em Psicologia. Orientador(a): Profª. Drª. Lilian Caroline Urnau.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/1535
Appears in Collections:MAPSI/PVH - Mestrado em Psicologia (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Significados e sentidos da violência escolar para integrantes de uma unidade de ensino na Amazônia Ocidental.pdfAMISLEY GUALE ARAÚJO1,83 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.