Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2762
Title: Estudo sobre a educação de jovens e adultos no Brasil: o surgimento de uma educação popular
Authors: Ferreira, Alana Carina Stringhi
Keywords: Educação no Brasil
Pedagogia
Educação de jovens e adultos
Issue Date: 2019
Abstract: Este trabalho de conclusão de curso teve como objetivo geral pesquisar o processo histórico da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Brasil, destacando as políticas públicas, as principais campanhas internacionais, os movimentos, manifestações e programas nacionais até a primeira década do século XXI. E como objetivos específicos: pesquisar a história da Educação de Jovens e Adultos desde a sua implementação; descrever as principais Políticas Públicas voltadas para a Educação de Jovens e Adultos; pesquisar as contribuições de Paulo Freire para a Educação de Jovens e Adultos e para a Educação Popular, no Brasil e no mundo e conhecer a Educação de Jovens e Adultos no município de Vilhena-RO. Os aportes teóricometodológicos, que dão sustentação ao trabalho, encontram-se nos estudos de Paulo Freire, Moacir Gadotti, entre outros e na análise do discurso, em Michel Foucault. O material de pesquisa é composto por documentos referentes à Educação de Jovens e Adultos, tais como: leis, decretos, programas, movimentos, relatórios, referenciais curriculares, bem como narrativas de duas coordenadoras pedagógicas da EJA. O exercício analítico possibilitou concluir: a) a EJA é uma modalidade de ensino que sucessivamente encarou resistências e dificuldades no Brasil, desde o Período Jesuítico e só começou a se estabelecer a partir da década 1930, ainda com o objetivo de ensinar a ler e a escrever e não uma educação para uma consciência crítica, sendo censurada e redirecionada no período da ditadura militar; b) com a pedagogia de Paulo Freire, a partir da década de 1960, a EJA entra numa atmosfera de transformação para a Educação Popular caracterizava como um ato político junto com os grupos populares, permanecendo ativa até os dias atuais; c) a EJA é reconhecida glocalmente, mundialmente pela Organização das Nações Unidas para a Educação (ONU) e pela Ciência e a Cultura (UNESCO) e nacionalmente pela nossa Constituição Federal, como um direito humano garantido para todos, e pela contribuição no fortalecimento da cidadania e da formação cultural da população, responsáveis por aumentar a educação nos países em desenvolvimento.
URI: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2762
Appears in Collections:DACIE/VHA. Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.