Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/3012
Title: Stakes models: relação triangular na cadeia produtiva da Castanha-do-Brasil no estado de Rondônia
Authors: Franco, Alexandre Cruz de Mello
Keywords: Stakes Model
Relação triangular
Castanha-do-Brasil
Rondônia
Issue Date: 2019
Citation: FRANCO, A. C. de M. Stakes models: relação triangular na cadeia produtiva da Castanha-do-Brasil no estado de Rondônia. 112f. Dissertação (Mestrado em Administração)- Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Programa de Programa de Pós-Graduação Mestrado em Administração (PPGA), Porto Velho, 2019.
Abstract: A castanha-do-Brasil é o segundo Produto Florestal Não-Madeirável (PFNM) mais comercializado do Brasil cujo potencial se encontra principalmente no uso alimentício de suas sementes. Analisando a cadeia, percebe-se a existência de conglomerado de atores e relacionamentos que contribuem para o funcionamento e manutenção dos processos que nela se originam. Os atores podem ser divididos em três Stakes conforme seu poder, interesse e influência na cadeia: Stakeholders, Stakewatchers e Stakekeepers. Os Stakeholders são constituídos das partes interessadas que possuem interesse e participação real no processo produtivo da cadeia; os Stakewatchers são compostos de atores que possuem interesses reais e poder considerável na cadeia, mas não exerce influência sobre ela; e os Stakekeepers que não possuem participação nos processos da cadeia, mas exercem influência e controle sobre ela. A relação triangular constitui de uma relação bilateral de dois agentes visando a partilha de informações e aprendizagens entre eles em prol de um terceiro beneficiado. Em vista deste cenário, este estudo procura avaliar a relação triangular entre Stakeholders, Stakewatchers e Stakekeepers na cadeia produtiva da Castanha-do-Brasil no Estado de Rondônia. Entende-se como essencial para a pesquisa, o mapeamento da cadeia e a identificação e classificação de seus atores e relacionamentos. O pilar teórico deste estudo é a Teoria Refinada dos Stakeholders de Fassin (2009). A metodologia empregada foi a exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa e análise de dados secundários e documentais. Os documentos foram obtidos no banco de dados do CEDSA e PPGA relacionados com a cadeia da castanha-do-Brasil. A partir da análise da cadeia foi possível estabelecer o processo produtivo na qual verificou-se os atores participantes, classificandoos conforme Teoria do Stakes. Em vista disso, os resultados demonstram a relação triangular que existe, e que os Stakekeepers e Stakewatchers que fazem uma colaboração em conjunto para colaborar com os Stakeholders, investindo na cadeia da castanha, e que a melhoria desta cadeia ocasionaria melhorias de volta a sociedade, uma vez que beneficia a finalidade dos Stakewatchers e Stakekeeepers, assim contribuindo para o desenvolvimento de todos os atores envolvidos. No entanto, essa cadeia produtiva da castanha-do-Brasil em Rondônia ainda se apresenta pouco regulamentada, na qual, há uma desproporção de informações entre os Stakes e pouco valor agregado, marginalizando o benefício da cadeia para aqueles que possuem renda a partir de sua dinâmica. Como limitação da pesquisa aponta-se a falta de recursos para pesquisa de campo, portanto, sugere-se um estudo de campo que avalie a percepção dos atores e a força desses relacionamentos.
Description: Dissertação apresentada ao de Pós-Graduação Mestrado em Administração (PPGA), na Universidade Federal de Rondônia (UNIR), como requisito final para obtenção do título Mestre em Administração. Orientadora: Profa. Dra. Mariluce Paes de Souza.
URI: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/3012
Appears in Collections:PPGA/PVH - Mestrado em Administração (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Franco.pdfArquivo Principal2,62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.