Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/3064
Title: Hidrogeoquímica do Rio Machado e seus principais afluentes - Reserva Biológica do Jaru - Rondônia
Authors: Silva, Etienne Oliveira
Keywords: Hidrogeoquímica
Recursos Hídricos
Reserva Biológica
Issue Date: 2020
Citation: SILVA, Etienne Oliveira. Hidrogeoquímica do Rio Machado e seus principais afluentes – Reserva Biológica do Jaru – Rondônia. Orientador: Prof. Dr. Ronaldo de Almeida. 2020. 168 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos) – Fundação Universidade Federal de Rondônia, Campus de Ji-Paraná, 2020.
Abstract: Existe uma lacuna de informação acerca da dinâmica hidrogeoquímica dos corpos d’água de áreas protegidas por lei no Brasil, à exemplo da Reserva Biológica do Jaru, Rondônia. Um dos principais instrumentos de sustentação de uma política de planejamento e gestão de recursos hídricos é o monitoramento da qualidade da água. Tal procedimento possibilita analisar por exemplo, os impactos que ações antrópicas podem causar aos recursos hídricos. Essas informações subsidiam a tomada de ações adequadas de controle ambiental. O objetivo deste trabalho foi analisar a dinâmica de parâmetros físico-químicos e biológicos da água dos principais afluentes da margem direita e esquerda do Rio Machado, inseridos nos limites da REBIO do Jaru, com foco na análise dos elementos-traço. A área de estudo é o trecho do Rio Machado que margeia e delimita a porção da Reserva Biológica do Jaru (9°50' 17,573"S e 61°42’28,333"O) com uma extensão de 144,6 km. Foram realizadas quatro coletas, abrangendo os quatro períodos do ciclo hidrológico (águas altas, vazante, águas baixas e enchente). Os pontos de coleta corresponderam a quatro corpos hídricos da margem esquerda, seis corpos hídricos da margem direita e três pontos no Rio Machado totalizando 13 pontos. In loco foram analisados a transparência da água com disco de Secchi, temperatura, condutividade elétrica e potencial hidrogeniônico. As amostras de sedimento de fundo foram coletadas com draga de Van Veen e as amostras de água da superfície foram coletadas com garrafa de Van Dorn para determinação em laboratório das seguintes variáveis: oxigênio dissolvido, sólidos em suspensão, turbidez, nutrientes totais e dissolvidos, clorofila a, elementos-traço (Al, As, Ba, Cd, Co, Cr, Cu, Fe, Mn, Ni, Pb, Sr, V e Zn). A condutividade elétrica teve seu maior valor no período das águas baixas no Rio Jaru (75,10 μS.cm -1) e o menor valor encontrado no período da vazante no Igarapé Cajueiro (5,50 μS.cm -1). O resultado da média da variável nitrato, presentou desconformidade com os valores de referência (10,00 mg.L-1 NO3), onde o maior valor encontrado foi no ponto correspondente ao médio Rio Machado (18,61±17,86 mg.L -1 ). O cálculo do Índice de Estado trófico - IET para as concentrações de fósforo total, indicaram que na vazante o rio Anari apresentou o seu estado em eutrófico (61,39) e o Igarapé Azul, apresentou-se como ultraoligotrófico (45,58). Os resultados da estatística descritiva das concentrações médias totais dos elementos-traço na água seguiram a seguinte ordem decrescente: Zn>Fe>Mn>Al> Ni>Ba>Sr> V>As>Pb >Cd >Cu >Co. O cromo não foi detectado em todo o ciclo hidrológico analisado e o zinco registrou desconformidade com a resolução CONAMA nº 357/2005 em relação ao limite máximo permitido (180 µg.L-1), onde o maior valor encontrado (3192,00 µg.L -1 ) foi nas águas baixas no Igarapé Buenos Aires. As concentrações dos elementos-traço dissolvidos foram verificadas nas águas altas e baixas, onde as concentrações médias seguiram em ordem decrescente: Fe>Mn>Zn>Ba>Al>Sr>Pb>V>Ni. Na estatística descritiva das concentrações das médias gerais dos elementos-traço no sedimento, a ordem decrescente foi: Al>Fe>Mn>Ba>V>Z>Cr>Ni>As>Cd>Pb>Cu>Sr>Co. Os resultados dos elementos-traço no sedimento do trecho do Rio Machado e seus afluentes não apresentaram contaminações pontuais no período deste estudo, uma vez que seus valores estiveram abaixo dos limites permitidos. Os resultados encontrados neste trabalho podem contribuir para a preservação e melhor gestão dos recursos hídricos da área estudada e, tais contribuições, estão alinhadas com os globais Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS 6 e 15.
Description: Dissertação apresentada ao PROFÁGUA – Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação Dos Recursos Hídricos, como requisito parcial à obtenção do título de Mestre em Gestão e Regulação dos Recursos Hídricos.
URI: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/3064
Appears in Collections:

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ETIENNE OLIVEIRA SILVA.pdfDissertação14,55 MBAdobe PDFView/Open
Relatório Técnico Etiene.pdfRelatório Técnico3,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.