Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/3299
Title: Concepções sobre alfabetização por professores e acadêmicos de pedagogia de Humaitá/AM: um olhar histórico-cultural
Authors: Souza, Anne Mariette Alves Costa
Keywords: Alfabetização
Métodos
Prática pedagógica
Issue Date: 2021
Citation: SOUZA, Anne Mariette Alves Costa. Concepções sobre alfabetização por professores e acadêmicos de pedagogia de Humaitá/AM: um olhar histórico-cultural. 2021. 134 f. Dissertação (Mestrado), Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). Fundação Universidade Federal de Rondônia, 2021.
Abstract: Alfabetizar tem sido um dos maiores desafios educacionais da história brasileira, face aos diversos métodos existentes para conduzir um processo de alfabetização. Esta dissertação de mestrado tem como objetivo analisar as concepções sobre alfabetização por formandos do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Amazonas (Campus Humaitá) e por professores alfabetizadores que atuam na rede municipal de ensino em Humaitá. O estudo adotou como base teórico-metodológica a Teoria Histórico-Cultural da Atividade (CHAT), que vem embasando pesquisas teóricas e experimentais que levaram a um novo entendimento acerca da origem e da estrutura das funções psíquicas superiores humanas. Nesta perspectiva, propõe-se este estudo com o intuito de descrever e discutir sobre as diversas concepções de alfabetização e as relações desse processo com a CHAT por docentes alfabetizadores e futuros professores que irão atuar em sala de aula, em turmas de alfabetização. Na presente pesquisa, são especialmente abordados os conceitos de Zona de Desenvolvimento Iminente (ZDI), mediação e a relação entre pensamento e palavra. A importância desta pesquisa se justifica por tratar do fracasso escolar no processo de alfabetização, um problema constante e crescente no Brasil, evidenciado de forma recorrente em diversas pesquisas de avaliação, como as do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e so Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB). Tratou-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo exploratória, que permitiu explorar contextos de formação e de práticas de alfabetização no município de Humaitá a partir das percepções dos próprios participantes. Os dados foram coletados por meio de dois questionários mistos, com perguntas abertas e fechadas, aplicados via Google Forms de forma online no período de agosto a outubro de 2020. A análise de dados foi realizada por meio da Análise Textual Discursiva, resultando em duas categorias: 1) Concepções acerca dos Métodos de Alfabetização; 2) Concepções acerca da Teoria Histórico-Cultural e suas relações com o processo de alfabetização. Os dados obtidos produziram resultados que permitem afirmar que a maioria dos formandos, enquanto futuros professores, não se sentem preparados para atuar em classes de alfabetização, uma vez que a carga horária destinada às disciplinas que tratam do tema, o arcabouço teórico ofertado pela academia, bem como as atividades práticas em sala de aula, são por eles consideradas insuficientes para o futuro exercício efetivo da profissão. Quanto às concepções acerca dos métodos de alfabetização, os formandos citaram reincidentemente os métodos tradicionais como sendo os de maior eficácia para o êxito no ensino, enquanto os professores alfabetizadores afirmam, em sua maioria, não existir um método único capaz de alfabetizar uma classe, sendo necessário realizar adequações, utilizando o que há de bom em cada método, levando em consideração o meio social em que o estudante encontra-se inserido, trazendo significado para os processos de ensino e de aprendizagem da leitura e da escrita. Em relação às concepções acerca da CHAT, os formandos de Pedagogia demonstraram desconhecer mesmo os principais pressupostos dessa teoria e alguns professores demonstraram conhecer basicamente alguns conceitos, porém, mencionaram outros não vinculados a esse referencial. Um dos achados importantes da pesquisa reside no fato de parte dos professores citarem ações que, de alguma forma, vinculam-se à CHAT, sugerindo que, mesmo inconscientemente, fazem uso de alguns de seus pressupostos em suas ações pedagógicas em sala de aula. Espera-se que este estudo traga indícios importantes no sentido de disponibilizar à comunidade escolar e aos pesquisadores em Educação dados sobre as concepções de alfabetização por professores e acadêmicos de Pedagogia da Região Amazônica, em uma perspectiva Histórico-Cultural.
Description: Dissertação de Mestrado apresentada ao de Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), na Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), como requisito final para obtenção do título Mestre em Educação. Orientador: Prof. Dr. Rafael Fonseca de Castro.
URI: https://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/3299
Appears in Collections:PPGE/PVH - Mestrado Acadêmico em Educação (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_ANNE_MARIETTE_ALVES_COSTA_SOUZA.pdf1,74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.