Please use this identifier to cite or link to this item: https://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/550
Title: Nível de atendimento às normas internacionais de contabilidade de empresas brasileiras que negociam ações na BM&FBOVESPA
Authors: Rocha, Arceu Moreira
Keywords: Contabilidade internacional
Normas internacionais
IFRS
Convergência contábil
Issue Date: 26-Jun-2015
Citation: ROCHA, Arceu Moreira. Nível de atendimento às normas internacionais de contabilidade de empresas brasileiras que negociam ações na BM&FBOVESPA. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Rondônia, Cacoal, 2015.
Abstract: Este estudo teve como objetivo verificar o nível de atendimento às Normas Internacionais de Contabilidade de empresas brasileiras que negociam ações na BM&FBOVESPA (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo) e comparar com o estudo de Oliveira e Lemes (2011). O trabalho teve como parâmetro o estudo realizado por Oliveira e Lemes (2011), dessa forma para manter a coerência com o trabalho dos autores, foram utilizados os mesmos procedimentos metodológicos aplicados em sua pesquisa para cálculo dos índices, assim foi utilizado a técnica de análise de conteúdo para análise das demonstrações contábeis e aplicado todas as Normas Internacionais de Contabilidade as quais devem ser observadas em cada tipo de seguimento. As demonstrações financeiras foram obtidas no sítio eletrônico da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Os resultados evidenciam que houve uma crescente evolução por parte das empresas no que diz ao cumprimento das IFRS em comparação com os resultados de 2010 verificado por Oliveira e Lemes (2011), contudo ainda há o que se melhorar. No que se refere à auditoria externa, verificou-se que o fato de as empresas serem auditadas pelas grandes empresas as denominadas Big Four não foi determinante para o atendimento das exigências das normas internacionais de contabilidade. Dos resultados observou-se que em todas as empresas os índices de convergência encontrados foram superiores a 60%, sendo que a empresa que alcançou o maior índice foi a BRF Brasil do setor de alimentos e a média geral para todas as empresas da amostra foi de 72,38%, evidenciando uma evolução em termos percentuais de 21,35% em comparação a verificada por Oliveira (2010), qual seja 51,03%, o que confirma a teoria de Costa (2012), em que afirma que a tendência é que cada vez mais as empresas tende a cumprir com as exigências contidas nas Normas Internacionais de Contabilidade.
Description: Artigo Científico apresentado à Fundação Universidade Federal de Rondônia–UNIR – Campus Prof. Francisco Gonçalves Quiles, como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Ciências Contábeis. Orientador: Prof. M.e Evimael Alves Teixeira.
URI: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/550
Appears in Collections:DACC/CAC. Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo Final.pdf431,69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.