Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2799
Title: Extratos de piper no controle alternativo de fitonematóides do gênero meloidogyne em coffea canéfora
Authors: SANGI, Simone Carvalho
Keywords: Controle alternativo
Meloidogyne incognita
Extratos vegetais
Issue Date: 2018
Citation: SANGI, S. C. Extratos de piper no controle alternativo de fitonematoides do gênero meloidogyne em coffea canéfora. 61 fl. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, da Fundação Universidade Federal de Rondônia, Campus de Rolim de Moura, como requisito parcial para obtenção do título de Mestra em Ciências Ambientais, sob a orientação do professor Dr. José Roberto Vieira Júnior.
Abstract: Os nematoides-das-galhas são mundialmente conhecidos por causar elevados prejuízos à agricultura. No Brasil, as espécies do gênero Meloidogyne são responsáveis por perdas na produção de diversas culturas distribuídas por todo o país. Diante da dificuldade encontrada no controle desses nematoides várias estratégia vem sendo estudadas. Entre elas, o uso de extratos vegetais representa uma alternativa de baixo custo e menos agressiva em relação ao meio ambiente. Para atender o objetivo deste trabalho foi avaliado o efeito in vitro e in vivo por aplicação via solo de extratos aquosos de diferentes espécies de Piper no controle alternativo do nematoide-das-galhas Meloidogyne incognita em cafeeiro. Foram realizados dois experimentos, cujos resultados estão apresentados em dois capítulos. O capítulo um, discorre sobre o potencial in vitro de extratos aquosos de espécies de Piper sobre meloidogyne incognita. Já o segundo capítulo versa sobre a atividade nematicida de extratos de piperáceas no controle dos nematoides-dasgalhas do cafeeiro in vivo. Os estudos foram conduzidos no laboratório de fitopatologia e em casa de vegetação da Embrapa Rondônia em Porto Velho. Para as avaliações foram utilizadas seis espécies do gênero Piper, obtendo-se os extratos aquosos de folhas, talos e inflorescências frescas e secas, na concentração 0,1 µg/ml, para os testes in vitro e in vivo. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado, com 58 tratamentos e seis repetições. utilizando como controles água mineral estéril e nematicida na dose comercial. As variáveis avaliadas nos testes in vitro foram: o número de ovos (NO), juvenis (J2) eclodidos móveis e imóveis (JMI), ambos avaliados no décimo sexto dia após terem sido levados para a incubadora tipo B.O.D a 25 ºC. As espécies de Piper apresentaram efeitos inibitórios tanto ovicida quanto larvicida sobre a eclosão de ovos juvenis de segundo estádio. Nos testes in vivo, as avaliações realizadas consideraram as seguintes variáveis: número de galhas por grama de raízes (NG), número de ovos (NO), fator de reprodução (FR) e peso seco do sistema radicular (PSSR). Dentre os tratamentos testados in vivo dezesseis extratos se apresentaram eficientes se comparados ao controle nematicida reduzindo a população de nematoides de Meloidogyne incognita. A aplicação de extrato de plantas do gênero Piper no solo influencia no controle de M. incognita na cultura do café.
Description: Dissertação apresentada ao programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, como requisito parcial para obtenção do título de Mestra, em Ciências Ambientais, Sob a orientação do Dr. José Roberto Vieira Júnior
URI: http://ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2799
Appears in Collections:PGCA/RM. Dissertações



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.